O telhado verde e a energia solar são práticas sustentáveis correlacionadas. Sabendo que a sustentabilidade é um tema em grande evidência na atualidade, na hora de construir ou reformar um telhado, já pensou em optar por essa iniciativa? Listamos tudo o que você precisa saber sobre essa nova proposta de cobertura residencial.

telhado-verde-em-predios

O que é telhado verde?

Um telhado verde pode ser definido como um telhado ecológico, podendo conter elementos de vegetação (arbustos, flores, plantas, árvores); sistemas de irrigação, geração de energia ou reaproveitamento de água da chuva; decoração (mesas e cadeiras, iluminação aparente). Assim, podendo ser utilizado tanto para beneficiar a estrutura residencial quanto para lazer dos moradores, construído em residências ou edifícios.

Qual a estrutura desse tipo de telhado?

Formado por 7 (sete) camadas contendo: laje/telhado, membrana à prova d’água, barreira contra raízes, sistema de drenagem, tecido permeável, terra e vegetação (plantas ou gramas). Com auxílio de profissional especializado na área, será possível adequar cada camada de acordo com o projeto elaborado.

Quais são tipos de telhado verde?

Essa estrutura de cobertura residencial pode ser dividida em 2 (duas) formas, sendo estas:

  • Sistema intensivo ou semi-intensivo: utilizado em estruturas mais resistentes, maior espessura e solo profundo. Formado com vegetação mais alta e de raiz longa.
  • Sistema extensivo: utilizado em estruturas mais simples, utilizada forração (plantas horizontais) para solo mais raso. Formado com vegetação mais baixa e de raiz curta.
Construção residencial com telhado verde de vegetação com raízes curtas.

Vantagens x Desvantagens

Na hora de implantar um telhado verde, é preciso balancear os valores despendidos, os benefícios ecológicos e da qualidade de vida dos moradores, além do retorno do investimento a longo prazo. Por isso, analisamos as vantagens e desvantagens dessa prática sustentável, conforme demonstrado a seguir.

Vantagens

  • Isolante termoacústico – Além de contribuir para o controle de temperatura da residência, exerce a função de isolamento de ruídos externos.
  • Reaproveitamento de água – Adotado para o sistema de irrigação da vegetação, bem como, demais utilizações a serem planejadas como sistema de drenagem pluvial;
  • Reduz a emissão de poluição e ilhas de calor – Quando adotado em grande escala em regiões urbanas, auxilia na melhora da qualidade do ar e diminuição de aumento de temperatura em regiões centrais;
  • Valorização do imóvel – Com o aumento da procura por imóveis sustentáveis, pode ser adotado tanto em razão da funcionalidade e também da estética da construção;
  • Espaço para área de lazer – Possibilidade de criação de área de lazer com mesas e cadeiras, iluminação aparente, garantindo um ambiente ideal para descanso;
  • Otimização de placas fotovoltaicas – Em razão do isolamento térmico, a instalação de placas fotovoltaicas é favorável em razão da temperatura da cobertura residencial;
  • IPTU Verde – O desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é garantindo em construções que adotam medidas sustentáveis. Mas atenção! Sendo esta uma iniciativa municipal, é preciso pesquisar os critérios estabelecidos na legislação da cidade.

Desvantagens

  • Manutenção – Há possibilidade de optar por vegetação nativa – com auxílio de paisagista – para evitar problemas na hora do cultivo. Entretanto, o telhado exige uma manutenção frequente tal como um jardim comum;
  • Mão de obra especializada – É preciso contratar profissionais especializados nesse tipo de cobertura residencial tanto para construção como na manutenção do local;
  • Alto investimento inicial – Dependendo da estrutura, do sistema adotado, da escolha na vegetação e demais aspectos a serem decididos na hora do planejamento, podem encarecer o projeto e a construção do telhado.

Pode instalar energia solar no telhado verde?

Respondendo o questionamento, sim, o uso de energia solar é viável e potencializado com o uso do telhado verde. Essa funcionalidade foi descoberta em estudo realizado pela empresa fotovoltaica alemã Polarstern e a Universidade Wilhelm Büchner. Em pesquisa, foi constatada que a potência de saída dos sistemas fotovoltaicos pode ser otimizada em até 8% se eles forem instalados em um telhado verde. 

O controle de temperatura já havia sido estudado anteriormente pelos pesquisadores da Universidade de Hong Kong, os quais publicaram um artigo que demonstra a integração do sistema fotovoltaico com o telhado verde, reduzindo a temperatura local e proporcionando o aumento da qualidade de funcionamento dos painéis.

Em breve resumo, a capacidade de absorver poeira e a reflexão difusa da luz solar através da folhagem são os fatores determinantes para a melhoria de desempenho. Assim, o efeito de resfriamento é ocasionado através da transpiração e evaporação das plantas, possibilitando o uso do telhado verde em conjunto com a instalação de energia solar fotovoltaica.

Placa solar sobre a grama

Sendo assim, o telhado verde é uma alternativa sustentável para construções residenciais e, ainda, garantem a otimização dos painéis solares quando construídos e instalados da maneira correta. A opção sustentável é uma forma de ajudar o meio ambiente e, ainda, beneficiar a construção residencial.

Se você pretende ter um telhado verde, a SolFácil garante o financiamento para instalação de sistema fotovoltaico de geração de energia. Quer saber mais? Acesse o nosso site.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Veja story abaixo:

Posts Similares

Estórias Solares