A instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica é muito mais rápida e simples do que você imagina. Em pouco tempo é possível fazer da sua casa uma geradora de energia, sem agredir o meio ambiente e economizando até 95% na conta de luz. Parece um sonho, mas essa tecnologia já é uma realidade. 

Devido ao fato de ser considerado um processo descomplicado, muitos compradores cogitam fazer a instalação do kit fotovoltaico por conta própria, economizando assim na mão de obra. Será que vale a pena? É o que você vai descobrir no artigo a seguir. 

Como é feita a instalação de placa de energia solar? 

Antes de tudo, é preciso que o consumidor escolha qual tipo de sistema fotovoltaico tem maiores condições de contemplar suas necessidades. Há três principais opções: sistemas on grid, off grid e híbridos. Clique aqui para entender as principais diferenças entre eles. 

A instalação fotovoltaica pode ser muito simples.
A instalação fotovoltaica pode ser muito simples.

Em seguida, é feito um cálculo para obter uma média mensal de consumo do imóvel onde será instalado o sistema. Você mesmo pode fazer esse cálculo, somando o consumo em kWh das últimas doze contas de luz e dividindo por 12. Esse número será uma das informações que servirão de base para a realização de orçamentos. 

O próximo passo é a visita técnica da empresa contratada para fazer a instalação, que deverá considerar fatores como: área disponível para acomodar os painéis solares; incidência dos raios solares; sombreamento em função de árvores ou outras edificações nas proximidades do imóvel; orientação do telhado e inclinação necessária dos painéis, etc.

O projeto fotovoltaico será elaborado a partir das informações recolhidas, e em seguida encaminhado para que a distribuidora de energia possa realizar o processo de conexão do sistema à rede pública e sua regularização.

Assim que obter a autorização da distribuidora, a equipe contratada já pode realizar a instalação do sistema no local que determinar como sendo o mais adequado. Depois, é preciso solicitar uma vistoria técnica por parte da distribuidora, que irá avaliar a instalação.

Se tudo estiver ok e seguindo as normas de segurança, a companhia irá oficializar sua homologação através da troca por um medidor bilateral para compensação de energia. 

Ao final desse processo, o imóvel já terá condição de produzir energia solar, proporcionando diversas vantagens, como maior autonomia, economia nas contas de luz e valorização do imóvel. 

É importante ter conhecimento das etapas que compõem a instalação de um sistema fotovoltaico para que você, enquanto consumidor, possa acompanhar o procedimento e se assegurar de que tudo está saindo conforme o esperado.

Apesar de parecer um procedimento simples, não é recomendado que o proprietário se encarregue disso. É muito importante que todas as etapas da instalação tenham o acompanhamento e avaliação de uma equipe especializada. Confira mais a seguir. 

Vale a pena instalar o sistema fotovoltaico por conta própria? 

Ao investir em energia solar fotovoltaica, é preciso adquirir um kit fotovoltaico, que inclui todos os equipamentos necessários para instalar o sistema, como os painéis solares, o inversor e a estrutura de suporte.

Instalação manual da placa fotovoltaica
Instalação manual da placa fotovoltaica

Esses kits são fáceis de serem encontrados à venda na internet, mas isso não significa necessariamente que seja indicado você realizar a instalação sozinho. 

Há muitas pessoas que optam por realizar a compra dos equipamentos para geração de energia solar e instalá-los por conta própria, porém há diversos riscos envolvidos ao fazer dessa forma. Esse procedimento envolve algumas tarefas perigosas, e você pode se machucar tentando realizá-las. 

Além disso, o projeto fotovoltaico precisa ser regularizado com a concessionária de energia local. A partir dessa regularização, a companhia fornecerá a documentação da responsabilidade técnica dos materiais e o medidor bilateral para compensação da energia distribuída. Somente engenheiros e eletrotécnicos podem fazer a solicitação para homologação da instalação. 

A recomendação é que você solicite orçamentos com diferentes empresas especializadas no assunto, e escolha entre elas a que te passa maior confiança e te apresenta o melhor custo-benefício.

Certifique-se de escolher uma empresa que faça uso das melhores tecnologias do mercado e tenha uma equipe de engenheiros altamente treinada, com reconhecimento e experiência no setor de energia solar. 

Essa é a melhor maneira de fazer um bom negócio, de modo que a instalação do sistema fotovoltaico seja rápida e eficiente. Confiar em uma empresa qualificada é o caminho mais garantido para gerar energia solar sem apresentar falhas ou riscos para a segurança de todos que vão ser contemplados por ela. 

Agora que você já sabe como é feita a instalação do sistema, confira a seguir o que deve esperar quanto ao investimento necessário para gerar sua própria energia.  

Quanto custa um sistema fotovoltaico de energia solar residencial?

Conforme mencionado nos tópicos anteriores, são vários os aspectos que precisam ser minuciosamente avaliados pela empresa contratada para realizar o serviço, antes mesmo de iniciar o processo de instalação.

Um sistema fotovoltaico residencial pode variar dependendo do projeto
Um sistema fotovoltaico residencial pode variar dependendo do projeto

Cada projeto fotovoltaico é desenvolvido levando em conta as particularidades de cada edificação, e esses detalhes fazem toda a diferença no projeto, pois influenciam no custo final. 

Quanto maior a demanda de energia de um imóvel, maior potência será exigida dos painéis solares instalados, o que encarece o valor do projeto. Também é preciso avaliar a condição e o tipo de telhado (você pode conferir mais detalhes sobre isso aqui).  No caso de apartamentos, só é possível fazer a instalação dos painéis nos imóveis que ficam na cobertura.

Há uma grande divergência de valores entre os fornecedores de equipamentos para energia solar, o que dificulta que seja estabelecido um único valor médio para a sua instalação residencial. De modo geral, o sistema pode custar entre R$ 15 mil e R$ 50 mil para instalação em imóveis residenciais.

Apesar de exigir um investimento inicial alto, a instalação de um sistema fotovoltaico é algo que vai mudar totalmente a forma de consumo na sua casa, e poderá abastecê-la por, em média, três décadas!

Com a economia que possibilita nas contas de luz, o equipamento acaba tendo retorno financeiro após alguns anos de uso. No fim das contas, é quase como se o sistema fotovoltaico pagasse a si próprio.

Confira aqui o story do post!

Posts Similares

Estórias Solares