Especialmente em épocas como a atual, é normal que as pessoas busquem se informar sobre quais são os aparelhos que mais consomem energia. Com a conta de luz vindo cada vez mais alta, a preocupação com os gastos de eletrodomésticos e dispositivos eletrônicos aumenta.

Infelizmente, porém, pocas são as pessoas que realmente entendem do assunto e conseguem dizer a eficiência de cada um. Dessa forma, o que resta aos consumidores é viver em suas residências tentando utilizar o mínimo possível esses produtos. Mas, afinal, se você soubesse qual o consumo de todos eles, mudaria alguma coisa?

Se você ficou interessado nesse tema, fique atento aos parágrafos a seguir. Neles, poderá descobrir quanto gastam os principais aparelhos de uma casa. Mais do que isso, poderá entender os cômodos que mais impactam em sua conta de luz e o que fazer para abaixá-la!

Sala de Estar e Sala de Jantar

Um dos cômodos mais utilizados pela grande maioria das pessoas é a sala, onde descansam, se entretêm e convivem. É nele, porém, que se encontram alguns dos aparelhos que mais consomem energia no ambiente residencial.

Por isso, é interessante verificar a utilização de cada um dos eletrônicos presentes no espaço. Com este fim, o site Simulador de Consumo da Enel permite que você entenda quanto cada um deles consome ao mês.

aparelhos que mais consomem energia elétrica na sala de estar e jantar

O primeiro item a ser destacado, então, é a televisão, o grande destaque do cômodo. Se considerar, por exemplo, um modelo LED com 46 polegadas, utilizado por aproximadamente 6 horas por dia, tem-se um consumo de 29,7 kWh por mês. Junto a ela, encontra-se o videogame, que se ficar ligado por 2 horas, apresenta um gasto de cerca de 10,86 kWh mensal.

Por fim, é muito difícil, em um país como o Brasil, não ter um ar-condicionado neste cômodo. Como já é de conhecimento geral, porém, este é um dos maiores gastadores de energia em uma casa. Para se ter uma ideia, um modelo de 9.000 BTUs ligado por 4 horas ao dia representa 79,8 kWh por mês. Com isso, tem-se que apenas a sala apresenta potencial de consumir 120,36 kWh a cada 30 dias.

AparelhoUso diárioConsumo
Ar-condicionado4 horas79,8 kWh
Televisão6 horas29,7 kWh
Videogame2 horas10,86 kWh
Total 120,36 kWh

Quarto ou Escritório

Em tempos de trabalho home-office, milhares de pessoas tiveram que transformar seus quartos em pequenos escritórios. Dessa forma, considera-se aqui essa utilização mista do cômodo para definir os aparelhos que mais consomem energia. Dispositivos como o televisor, que já apareceram em outros ambientes, foram cortados, mas você pode adicioná-los para realizar seu próprio cálculo.

quarto e home office economia de energia

Assim, considerando-se essa dupla função do espaço, o primeiro item a se analisar é computador. Para isso, utiliza-se como base um notebook com configurações básicas e utilizado 8 horas ao dia — o horário de trabalho. Dessa forma, somente ele representa 72 kWh em sua conta. Para completar o escritório, uma impressora comum ligada na tomada pelo mesmo período adiciona mais 21,60 kWh.

Por fim, como um bom profissional, você deve estar conectado a todo o momento, e isso requer que seu celular esteja carregado. Como os aparelhos não costumam durar anto, será necessário carrega-lo ao menos uma vez. Considerando que ele fique 2 horas na tomada, são mais 0,30 kWh por dia. No total, então, tem-se que esse cômodo representa mais 93,90 kWh para você pagar ao mês.

AparelhoUso diárioConsumo
Notebook8 horas72 kWh
Impressora8 horas21,60 kWh
Celular2 horas0,30 kWh
Total 93,90 kWh

Cozinha

Engana-se quem pensa que o pior já passou, a realidade é bem diferente. A cozinha reserva alguns dos aparelhos que mais consomem energia dentro de uma casa, tendo um peso importante nessa conta. Em especial para famílias que se utilizam muito do espaço e seus eletrodomésticos, pode ser interessante rever um pouco as suas necessidades.

aparelhos que mais consomem energia elétrica na cozinha

A começar pela geladeira, um dos que mais gasta energia elétrica, a conta já fica pesada. O refrigerador deve ficar ligado 24 horas por dia, o que na prática pode representar aproximadamente 117 kWh ao mês. Junto a ele, um forno elétrico utilizado por apenas 2 horas ao dia representa mais 360 kWh em sua conta de luz mensal. Somente com esses dois, já há um consumo maior que do quarto inteiro.

Mas ainda não acabou, visto que há outros eletrodomésticos que fazem parte do dia a dia do brasileiro. O micro-ondas, considerando que seja tirado da tomada quando não utilizado, apresenta 4 horas de uso e 168 kWh. Outros itens importantes, como a cafeteira e o liquidificador, ligados na tomada por apenas meia hora ao dia, somam mais 9 e 5,25 kWh em sua conta do mês. No total, a cozinha representa 659,25 kWh mensalmente.

AparelhoUso diárioConsumo
Geladeira24 horas117 kWh
Fogão Elétrico2 horas360 kWh
Micro-ondas4 horas168 kWh
Cafeteira30 minutos9 kWh
Liquidificador30 minutos5,25 kWh
Total 659,25 kWh

Lavanderia

Seguindo a lógica dos cômodos, o próximo a ser analisado é a lavanderia, que conta com alguns aparelhos que consomem muita energia elétrica. Ainda que não utilizados todos os dias, eles acabam representando bastante na conta de luz. Por conta disso, se faz interessante conferir bem o quão importante é, por exemplo, lavar ou passar suas roupas a todo o momento.

economia de energia na lavanderia

Já com esse pensamento, o primeiro produto a ser verificado é a máquina de lavar, com uma utilização média de 1 hora ao dia. Com consumo de 30kWh por mês, ela é mais econômica que sua irmã. Isso porque a máquina de secar, sendo ligada pelo mesmo período que a de lavar, consome simplesmente o dobro de energia. Sendo assim, são mais 60 kWh para adicionar em sua fatura.

Outros itens importantes nessa conta são o ferro de passar e o aspirador de pó, necessários para o cotidiano de uma família. O primeiro, se ligado à tomada por 30 minutos por dia, apresenta consumo de 15 kWh. Curiosamente, este é exatamente o mesmo valor que o aspirador de pó representa se utilizado pelo mesmo tempo. Assim, somente neste cômodo se tem mais 120kWh por mês.

AparelhoUso diárioConsumo
Máquina de Lavar1 hora30 kWh
Máquina de Secar1 hora60 kWh
Ferro de Passar30 minutos15 kWh
Aspirador de Pó30 minutos15 kWh
Total 120 kWh

Banheiro

Para finalizar esta lista, se faz preciso considerar que nos banheiros também existem aparelhos que consomem energia elétrica. Ainda que bastante esquecidos e nem tanto utilizados, eles podem interferir diretamente no valor a pagar ao fim do mês. Com isso em mente, é bom reconsiderar a necessidade de banhos longos e relaxantes se possuir um chuveiro elétrico.

aparelhos que mais consomem energia elétrica no banheiro

Já com essa ideia na cabeça, saiba que o chuveiro elétrico, se utilizado por 1 hora ao dia — considerando 2 banhos de 30 minutos —, consome 165 kWh. Sim, aquela água quente caindo nas costas e te desestressando custa caro. Outros dispositivos comuns no espaço são o barbeador e o secador de cabelo. O primeiro, se ligado à tomada por 10 minutos ao dia consome cerca de 0,25 kWh.

O segundo, por sua vez, se apresenta como um pouco mais gastador. Se utilizado por aproximadamente 15 minutos por dia, seu consumo mensal pode chegar aos 11,25 kWh. A conta final, então, adiciona mais 176,50 kWh à sua fatura de conta de luz apenas com um ambiente e três itens. Por isso, com certeza vale a pena rever seus conceitos e definir melhor suas prioridades.

AparelhoUso diárioConsumo
Chuveiro Elétrico1 hora165 kWh
Barbeador10 hora0,25 kWh
Secador de Cabelo15 minutos11,25 kWh
Total 176,50 kWh

Consumo total da casa

Considerando todos os pontos levantados acima, conclui-se que uma família que segue o que foi descrito teria um consumo mensal de 1.170 kWh por mês. Desse montante, mais de 56% são gastos apenas com a cozinha, enquanto o banheiro representa 15%. Sala, quarto e lavanderia correspondem, em média, por 10%, 8% e 10%, respectivamente.

economia de energia nos eletrodomésticos

Com os números dos aparelhos que mais consomem energia em nessa casa, é possível calcular, então, o valor da conta de luz. A sala consumiria R$71,55, o quarto R$55,82, a cozinha R$391,92, a lavanderia R$71,34 e o banheiro R$104,93. Sendo assim, a fatura dessa família seria de, aproximadamente, R$700,00 por mês. E é neste ponto que se percebe a necessidade de economizar nas atividades do dia a dia.

AparelhoUso diárioConsumo
Ar-condicionado4 horas79,8 kWh
Televisão6 horas29,7 kWh
Videogame2 horas10,86 kWh
Notebook8 horas72 kWh
Impressora8 horas21,60 kWh
Celular2 horas0,30 kWh
Geladeira24 horas117 kWh
Fogão Elétrico2 horas360 kWh
Micro-ondas4 horas168 kWh
Cafeteira30 minutos9 kWh
Liquidificador30 minutos5,25 kWh
Máquina de Lavar1 hora30 kWh
Máquina de Secar1 hora60 kWh
Ferro de Passar30 minutos15 kWh
Aspirador de Pó30 minutos15 kWh
Chuveiro Elétrico1 hora165 kWh
Barbeador10 minutos0,25 kWh
Secador de Cabelo15 minutos11,25 kWh
Total 1.170,01 kWh

Aprenda a economizar com a Solfácil!

Como você pôde perceber, os aparelhos que mais consomem energia elétrica podem pesar em seu bolso. Para abaixar o valor de sua conta, então, se faz preciso diminuir drasticamente o consumo. Uma outra opção, porém, é investir em tecnologias que te permitam até zerar a fatura. Para isso, o mais indicado é contar com parceiros que tragam conhecimento e experiência ao projeto.

Assim, a Solfácil é a melhor opção para investir em painéis de energia solar, renovável e sem custo. Confiável e segura, a empresa conta com assistência de qualidade para te auxiliar a qualquer momento. Mais do que isso, te oferece a oportunidade de contar com uma fonte sustentável e gratuita de energia elétrica.

Energia Solar em sua Casa com Solfácil

Nós temos uma linha de financiamento revolucionária que permite que você troque o custo da sua conta de luz por um ótimo investimento em sistema de energia solar.

É isso mesmo! Temos uma rede de parceiros instaladores em todos os estados do Brasil que executam o projeto de energia solar em sua residência e você paga em até 144 parcelas com juros acessíveis. Tão acessíveis que a prestação mensal fica até 30% inferior à economia de energia que você tem com o sistema.

Posts Similares

Estórias Solares