A implementação de um sistema de energia solar pode ser um terreno novo para muitos consumidores, tendo em vista que se trata de uma tecnologia que se desenvolveu recentemente. 

Em muitos casos, o orçamento não permite adquirir um sistema capaz de suprir toda a energia de uma residência ou empresa. Nesse cenário, muitos clientes optam por investir inicialmente em um projeto fotovoltaico menor. Mas e depois, será que é possível ampliar o sistema de energia solar?

Para entender melhor sobre esse assunto, primeiro precisamos compreender a importância do inversor solar. Confira a seguir. 

Qual o papel do inversor solar? 

O principal objetivo do inversor solar em um sistema fotovoltaico é realizar a conversão da energia elétrica gerada pelos painéis solares de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA), que é a comumente utilizada nas casas e empresas.

O inversor transforma a energia solar em energia alternada, para você utilizar na sua casa.
O inversor transforma a energia solar em energia alternada, para você utilizar na sua casa.

Ou seja, o inversor solar é indispensável para que você possa utilizar a energia solar fotovoltaica para alimentar os utensílios elétricos que você usa no seu dia a dia. Além disso, esse equipamento é fundamental para garantir a segurança do sistema como um todo, e realizar a medição da energia produzida pelos painéis.  

Em residências, o inversor é comumente instalado perto do quadro de luz, em local abrigado do sol, do calor e da água.

Já no caso de mini-usinas comerciais e industriais, muitas vezes é construída uma sala especificamente para acomodar o inversor, já que para esses fins o aparelho é maior e ocupa mais espaço físico. 

A potência do inversor solar vai depender da potência ou do tamanho do sistema que você deseja instalar. Ao instalar um sistema de 4.0kw, por exemplo, você precisará de um inversor solar de 4.0kw, a menos que tenha a intenção de aumentar o número de painéis posteriormente para aumentar a capacidade de geração do sistema. 

Saiba mais sobre a ampliação do sistema de energia solar no item a seguir.  

Posso ampliar meu sistema de energia solar?

Sim, é totalmente possível ampliar o seu sistema de energia solar, e há três formas diferentes de fazer isso. Fazer orçamentos é o que vai ajudar a decidir qual a melhor opção, já que essa mudança requer a análise de um especialista para apresentar as possíveis soluções para suprir o consumo. 

As opções são:

1) colocando novos painéis solares ao sistema existente, usando o mesmo inversor; 

2) comprando um novo conversor e novos painéis;

3) adquirindo um novo sistema fotovoltaico.

Vamos conferir a seguir e com detalhes cada uma delas. 

1 – Utilizando o mesmo inversor e adicionando mais painéis

Uma das possibilidades para ampliar o seu sistema fotovoltaico é instalar um inversor maior para ter a opção de colocar mais placas solares no futuro, caso deseje. Caso o seu inversor tenha capacidade para receber mais carga de energia, basta adquirir mais painéis solares e fazer a instalação. Essa costuma ser a opção com menor custo.

O inversor tem uma capacidade máxima que não pode ser ultrapassada.
O inversor tem uma capacidade máxima que não pode ser ultrapassada.

Isso é possível pois os painéis utilizados raramente atingem a potência máxima de produção de energia. Como esses equipamentos são fabricados em material semicondutor, perdem parte da sua eficiência em altas temperaturas, como nos dias quentes, por exemplo. 

Se os painéis fotovoltaicos só atingem 80% da sua potência nominal devido a possíveis perdas, 4 kW de potência, por exemplo, vão produzir apenas 3.2 kW de energia. Isso significa que é possível usar um inversor de 3.2 kW para 4 kW de painel, e assim economizar dinheiro. 

Por isso, dimensionar o inversor grid-tie em 120% é muitas vezes um caminho para aumentar a produção de energia solar sem precisar investir muito dinheiro.

Sendo assim, quando for necessário ampliar o seu sistema fotovoltaico basta redimensionar o inversor solar considerando também a potência total com os novos painéis para aumentar a produção de energia. 

No entanto, antes de fazer isso é importante atentar para duas questões. Dê preferência para que a empresa que vai instalar os painéis adicionais seja a mesma que instalou o sistema original.

Do contrário, você perderá a garantia da instalação. Além disso, o instalador precisa encontrar painéis solares iguais aos que você instalou, pois se houver divergência isso pode comprometer o funcionamento do sistema como um todo. 

Caso não seja possível encontrar painéis compatíveis, a saída é trocar o inversor. Saiba mais no próximo item. 

2 – Trocando o inversor e adicionando painéis

Encontrar painéis compatíveis com os da primeira instalação nem sempre é uma tarefa fácil, já que a tecnologia fotovoltaica está constantemente se reinventando. Se esse for o seu caso, a solução para ampliar o seu sistema solar pode estar na troca do inversor. Infelizmente, essa opção não possui um custo tão baixo quanto a primeira. 

Essa pode ser uma mudança interessante principalmente se você tiver investido inicialmente em um inversor mais barato, pois agora terá a oportunidade de substituir por um inversor de primeira linha.

Além disso, também é uma chance de adquirir um inversor solar maior e que possa funcionar com baterias. Nesse caso, procure por um inversor de modelo híbrido ou com protocolo de comunicação MODBUS. 

Para garantir que essa inovação seja realizada da melhor forma, procure por um inversor novo com 2 MPPT (duas entradas independentes), que possibilita instalar painéis diferentes, sem afetar o desempenho do seu sistema.

Isso é importante pois os painéis também estão evoluindo rapidamente, e pode haver dificuldade em encontrar painéis que correspondam ao sistema fotovoltaico que você já tem instalado. 

O mercado de placas solares está em constante mudança.
O mercado de placas solares está em constante mudança.

Além disso, prefira comprar o conversor da mesma empresa que fez a primeira instalação, assim não perderá a garantia do seu sistema fotovoltaico. 

Como essa solução também pode envolver alguns obstáculos, a saída para ampliar o seu sistema fotovoltaico pode ser comprar um novo sistema completo e instalar ao lado do original. Continue a leitura para saber mais. 

3 – Comprar um novo sistema

Realizar a compra de um novo sistema e fazer a instalação perto do antigo também é uma opção possível. A vantagem dessa alternativa é que você não corre o risco de comprometer o funcionamento ou a garantia do seu sistema original. 

Em alguns casos, esse caminho pode até custar mais barato do que os demais, pois não será necessário mexer nas instalações já existentes. Para fazer a melhor escolha, pesquise bem e faça alguns orçamentos antes de dar o veredito final. 

Se você ainda tem dúvidas e gostaria de conversar diretamente com quem entende do assunto para determinar o futuro do seu sistema fotovoltaico, entre em contato conosco. Nossa equipe está à disposição para te ajudar.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorel para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Story referente ao post

Posts Similares

Estórias Solares

Energia solar em kombis e motorhomes
Energia solar em kombis e motorhomes
Posso colocar energia solar em um imóvel alugado?
Posso colocar energia solar em um imóvel alugado?
Energia Solar por Assinatura
Energia Solar por Assinatura
Energia elétrica em indústria: como evitar o desperdício
Energia elétrica em indústria: como evitar o desperdício
Transferência de Créditos de Energia Solar
Transferência de Créditos de Energia Solar
Quanto gasta de luz um banho de 10 minutos?
Quanto gasta de luz um banho de 10 minutos?