As atividades agrícolas podem encontrar muitas vantagens na exploração da energia solar fotovoltaica. Ao investir nessa tecnologia, é possível diminuir os custos de produção, obter economia na conta de luz e redirecionar investimentos.

Para oferecer as melhores soluções, vale a pena compreender cada nicho do agronegócio e seus principais processos. Independente do seu mercado, qualquer produtor pode se beneficiar com a adesão da energia solar, já que há diversas utilidades possíveis a serem aplicadas.  

Confira a seguir 5 utilizações da energia solar no agronegócio. 

1 – Irrigação

Essa é uma das atividades primordiais na agricultura e é também responsável por um intenso consumo de energia elétrica. Como deve ser constante e certeira, a irrigação acaba sendo uma das principais preocupações dos produtores rurais quando o assunto é consumo de eletricidade.


Confira a Live de MKT Digital para o Integrador


O Brasil está entre os maiores produtores de grãos do mundo, o que se deve principalmente aos solos férteis e ao clima favorável. Como algumas regiões sofrem com a falta de água, acabam dependendo da irrigação para manter a lavoura.

Nesse cenário, bombas de irrigação movidas a energia solar são soluções inovadoras e inteligentes, capazes de sanar esse problema que assola muitos produtores rurais. O uso da energia solar fotovoltaica para os sistemas de irrigação oferece muitos benefícios, principalmente em locais onde não há eletricidade advinda das redes de distribuição.

A energia solar pode realizar todo trabalho de irrigação de uma propriedade
A energia solar pode realizar todo trabalho de irrigação de uma propriedade

Como os custos para providenciar extensão da rede em lugares remotos geralmente são altos e inviáveis, é recomendado o uso da energia solar para acionar bombas e filtros de água usados para diferentes tipos de irrigação. 

Além disso, os projetos convencionais de irrigação geralmente envolvem altos custos de manutenção, já que dependem do bombeamento de água utilizando energia elétrica. Esse é um dos principais motivos que levam os produtores rurais a adotar os sistemas de irrigação por energia solar em suas propriedades. Através do investimento nessa tecnologia, é possível facilitar, otimizar e reduzir custos no processo de irrigação de solos, plantações e pastagens. 

Para isso ser possível, é preciso instalar painéis solares para captar os raios de sol e transformá-los em energia elétrica que vai abastecer a propriedade. Apesar dos custos iniciais serem altos, esse é um investimento que vale a pena, já que as contas de luz podem reduzir em até 95%. Além disso, os equipamentos são de fácil instalação e de alta durabilidade.

A energia solar é uma técnica sustentável e garante o fornecimento de água para irrigação sem risco de interrupções. Assim, impede a escassez de recursos durante o período de estiagem, que é quando o produtor mais faz uso desse método. 

2 – Refrigeração e resfriamento de produtos

Assim como a irrigação, a refrigeração é uma atividade muito comum no contexto do agronegócio, portanto também pode ser muito beneficiada pela adesão à energia solar. 

A refrigeração é responsável por assegurar a qualidade dos alimentos produzidos no campo. Devido às intensas produções, são necessários grandes refrigeradores, que consomem muita energia elétrica e geram altos gastos. Sendo assim, essa atividade também pode ter seus custos minimizados com o uso da energia solar 

A refrigeração de alimentos é uma das tarefas que podem ser feitas com energia produzida com placas solares
A refrigeração de alimentos é uma das tarefas que podem ser feitas com energia produzida com placas solares.

Além disso, a tecnologia fotovoltaica também serve para resfriar ou aquecer a água, conforme as necessidades do agronegócio. Na pecuária leiteira, por exemplo, é preciso resfriar os tanques onde o leite fica armazenado, enquanto que os tanques utilizados na piscicultura precisam ter sua água aquecida. 

A ventilação e o controle da temperatura também precisam ser levados em conta para aumentar a produtividade e o conforto dos animais, sobretudo no caso de cultivo de aves. Isso é viabilizado por meio de enormes circuladores de ar, que também resultam em altos gastos energéticos. 

3 – Proteção com o auxílio de cercas elétricas

Equipamentos como cercas elétricas são muito úteis para demarcar território em propriedades rurais que investem na criação de gado e outros animais, como forma de manter o controle e monitoramento do rebanho. 

Com o uso da energia solar, o eletrificador transforma a carga recebida em pequenos pulsos de alta tensão e amperagem baixíssima. Dessa maneira, evita que um animal se machuque caso encoste na divisória. 

4 – Iluminação em geral

A iluminação interna e externa em uma propriedade rural é indispensável, o que também acaba comprometendo boa parte do orçamento mensal com o consumo de eletricidade. Até mesmo porque as atividades agrícolas geralmente contam com diversas instalações para sua realização. 

Você pode também iluminar toda sua propriedade com energia solar
Você pode também iluminar toda sua propriedade com energia solar.

A iluminação ainda é a utilidade mais comum quando se pensa em economia de energia. Recorrendo à energia solar, é possível diminuir as despesas sem abrir mão dessa conveniência, ou até mesmo ampliar a iluminação sem que isso signifique mais gastos com energia elétrica. 

5 – Automatização e modernização 

O investimento em máquinas modernas e na automatização e monitoramento da produção acaba sendo inevitável no caso de produtores rurais que buscam sempre manter suas propriedades alinhadas com as últimas inovações do mercado. Ter isso em mente é também essencial para garantir a eficiência dos itens produzidos pelo agronegócio.   

Tudo isso só é possível, é claro, com acesso à energia e internet de qualidade, e é também nesse sentido que a energia solar mostra sua serventia. Como a rede pública de distribuição muitas vezes apresenta instabilidades no fornecimento de energia, os produtores precisam buscar alternativas para evitar os prejuízos que isso gera ao seu negócio.

Automatização e modernização 
Automatização e modernização. 

A ordenha, por exemplo, é uma atividade tradicionalmente realizada à mão, mas atualmente é inviável que grandes negócios funcionem dessa forma.

É preciso buscar sua otimização, que é possível através da ordenhadeira mecânica, uma máquina desenvolvida especificamente para tirar o leite da vaca. Assim como outros tipos de máquinas, a ordenhadeira também demanda bastante energia para garantir o seu funcionamento adequado. 

Mais uma vez, a energia solar oferece a melhor solução. Além de garantir o abastecimento elétrico, a geração de energia solar fotovoltaica viabiliza o funcionamento de máquinas em geral e da infraestrutura de telecomunicações em locais mais distantes das distribuidoras de energia e dos centros urbanos. 

Fica cada vez mais evidente que a energia solar de fato veio para ficar e revolucionar as mais diversas formas de consumo e produção. No caso do agronegócio, em especial, suas aplicações são diversas, amplas e muito produtivas. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliaR

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Confira aqui o story do post!

Posts Similares

Estórias Solares