O financiamento para sistemas de energia solar tem crescido cada vez mais em nosso país, especialmente por ser uma fonte de energia que gera uma economia de até 95% na conta de luz da maioria das famílias. No entanto, ainda ficam algumas dúvidas sobre como financiar esse tipo de investimento e qual o juro da Caixa para energia solar.

Hoje, graças a grande procura pela energia solar fotovoltaica, muitos bancos passaram a aderir programas de financiamento para sistemas fotovoltaicos com juros mais baixos, a fim de garantir maior facilidade para quem deseja investir em uma fonte limpa e renovável para energia elétrica.

Como a Caixa sempre foi conhecida por ter um dos melhores créditos imobiliários, a empresa é uma das primeiras opções para o financiamento de sistemas solares. Mas será que as taxas de juros são mesmo baixas para esse tipo de crédito?

Pensando em lhe auxiliar, separamos um post sobre as taxas de juros da Caixa e os programas de financiamento de energia solar que a empresa oferece. Confira a seguir!

Qual a taxa de juros da Caixa para energia solar?

Hoje em dia, é possível contratar crédito para instalação de energia solar por meio de dois programas da Caixa: Construcard e Caixa Energia Renovável.

a taxa de juros da Caixa para o programa Caixa Energia Renovável é de 1,18% ao mês
A taxa de juros da Caixa para o programa Caixa Energia Renovável é de 1,18% ao mês

Pelo Construcard, um cartão de crédito destinado a reformas e construções, você pode financiar seu sistema de energia solar com um juros de até 1,95% ao mês em parcelas de até 240 vezes, tanto para pessoas jurídicas, como para físicas.

Muitas pessoas acabam optando por esse financiamento quando desejam construir suas residências, e aproveitam para incluir a energia solar no financiamento, como também para reformas que envolvem tanto a implantação de energia solar, como outras melhorias.

No entanto, no final de 2021, a Caixa lançou o programa Caixa Energia Renovável, um crédito voltado especialmente para quem deseja investir em sistemas de energia solar em suas residências e empresas.

Além de garantir o financiamento de todo o sistema de energia solar, essa linha de crédito também oferece a possibilidade de financiamento de placas solares para manutenção, que deve acontecer depois de 25-30 anos que seu sistema for instalado.

Leia também Quanto tempo dura o painel solar e como saber a hora de trocar o meu

O novo crédito da Caixa possui juros de 1,18% ao mês, sendo a menor taxa de crédito de todo o mercado, além de grande facilidade de contratar o serviço.

O programa Caixa Energia Renovável ainda conta com carência de seis meses e prazo de financiamento de até 5 anos.

É possível fazer a simulação pelo próprio celular ou computador pelo site da Caixa, a fim de verificar as melhores condições para sua família.

Outra grande vantagem é que, além dos juros serem mais baixos, a empresa possibilita o financiamento de 100% dos custos do sistema de energia solar, mas esse benefício depende exclusivamente das condições financeiras do beneficiado, já que as parcelas tendem a ficar um pouco mais altas em casos de sistemas maiores.

Quais as modalidades do financiamento?

O crédito pessoal Caixa Energia Renovável pode ser contratado em duas modalidades diferentes: com caução de aplicações financeiras de renda fixa ou sem garantias. As facilidades propostas pela empresa tem como objetivo auxiliar na diminuição dos gases que impactam diretamente no efeito estufa do planeta.

Vale a pena fazer o financiamento de energia solar?

Em muitos casos, o financiamento pode ser uma excelente forma de gerar economia no final do mês, especialmente se a parcela do seu financiamento equivaler ao valor da sua conta de luz antes da instalação do sistema fotovoltaico.

o financiamento da energia solar é uma excelente forma de economizar na conta de luz
O financiamento da energia solar é uma excelente forma de economizar na conta de luz

Isso porque, optando por um sistema que gere a mesma quantidade de kWh que sua residência utiliza no mês, sua conta de luz terá uma economia de quase 95%, já que você terá que arcar com os custos apenas da taxa mínima.

O valor que você pagaria na sua conta, poderá ser usado para a parcela do financiamento, não aumentando as despesas da família e fazendo com que seja mais fácil manter o financiamento.

Porém, para que isso seja possível, é necessário avaliar as taxas de juros dos bancos, valor de entrada e renda total da família.

Outro grande benefício é que o investimento pode ser recuperado em aproximadamente 10 anos depois da instalação do sistema de energia fotovoltaico. Depois desse período, toda a economia gerada com energia solar será considerada um ganho patrimonial.

Esse sistema é chamado de payback, onde todo o valor investido em energia solar é retornado para seu bolso e depois disso, gera ainda mais lucros.

Ainda, outro fator que faz valer a pena o financiamento da energia solar fotovoltaica é a inflação energética, que fará com que o valor do kWh fique cada vez mais alto. Com isso, contratando um crédito em que sua parcela seja equiparada ao valor da conta de energia antiga, você gera ainda mais economia levando em consideração a inflação que eletricidade vinda das hidrelétricas sofre ao passar dos anos.

Agora que você viu qual a taxa de juros da Caixa para energia solar, faça uma simulação no site da empresa e veja todas as condições de contratação. Dependendo da sua renda, é possível ainda financiar 100% do sistema, facilitando ainda mais a aquisição do sistema.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares