Geladeira é um dos eletrodomésticos da cozinha que mais causa preocupação quando o assunto é consumo de energia. Isso se deve, principalmente, ao seu funcionamento custoso baseado na retirada de todo o calor de seu interior.

Além das boas práticas, para economizar energia é necessário atentar-se também ao modelo do aparelho. Para ajudá-lo a escolher o eletrodoméstico ideal, reunimos abaixo informações essenciais como: os tipos mais comuns, dicas para escolher um modelo funcional e econômico; e uma seleção de 10 geladeiras que consomem menos energia. Confira!

Tipos mais comuns de geladeira

O mercado oferece uma gama variada de modelos de geladeira desde as mais simples que contam com apenas uma porta até aquelas mais luxosas com dispenser de água e painel de controle. Entre as opções disponíveis, destacam-se:

  • Porta única com freezer interno;
  • Duas portas com abertura individual para o freezer;
  • Freezer localizado na parte debaixo da geladeira;
  • Duas portas com freezer embaixo.

É claro que quanto mais tecnológica a geladeira for, maior será também o interesse do consumidor. Porém, apesar da quantidade de recursos ser, à primeira vista, um fator positivo, é necessário ter em mente que isso pode significar um incremento à sua conta de energia.

Outra dica importante é prestar atenção ao selo Procel, que atesta a eficiência e o consumo energético do aparelho. Dê preferência aos produtos com o desempenho indicado pela letra A.

Vale lembrar também que uma portaria publicada pelo Inmetro prevê mudanças na classificação de eficiência energética das geladeiras a partir de junho deste ano. Serão adicionadas três novas subcategorias nas etiquetas desses produtos (A+, A++ e A+++).

Porém, além do selo do Procel, para ter certeza que o refrigerador é econômico, leve em consideração o valor indicado na etiqueta de consumo por mês (em KWh/mês) e o preço do KWh especificado na sua conta de luz.

Geladeiras que consomem menos energia

Levando em consideração as características acima mencionadas, reunimos os modelos que gerarão menor impacto na sua conta de energia elétrica, as geladeiras que consomem menos energia são:

10. Panasonic NR-BB71GVFB

De acordo com a nova classificação do Inmetro, a Panasonic NR-BB71GVFB é uma das opções disponíveis que menos consomem energia. A geladeira está na subclassificação A+++ da tabela de eficiência energética.

Entre os diferenciais da geladeira destaca-se a tecnologia Inverter, que controla a potência do compressor, garantindo economia de até 41% de energia.

Com capacidade de 334 L, o refrigerador da Panasonic conta também com compartimento “Fresh Freezer”, desenvolvido para armazenar alimentos e bebidas em temperaturas ideais para o consumo; sensores de aberturas, luminosidade, temperaturas interna e externa, que ajudam na economia de energia; e tecnologia que controla automaticamente a umidade do gavetão.

Panasonic NR-BB71GVFB

9. Philco PFR500I

Outra opção de geladeira econômica é o modelo PFR500I da Philco. Com capacidade de 482 L, 4 portas, refrigerador na parte superior e freezer na parte inferior, a geladeira conta com diferenciais como tecnologia Smart Cooling, que garante distribuição uniforme da temperatura em todo o gabinete do refrigerador e freezer.

A economia de energia é garantida pela tecnologia Eco Inverter, que permite que o compressor trabalhe de maneira muito mais otimizada em comparação ao compressor tradicional. Assim como o modelo da Panasonic, o modelo da Philco está na subclassificação energética A+++ do Inmetro.

philco PFR500I

8. Philco PRF504I

Outra opção econômica de refrigerador da marca Philco é o modelo PRF504I. Com 489 L, refrigerador e freezer lado a lado, a geladeira conta com diferenciais, como: tecnologia Eco Inverter, compressor que trabalha de maneira otimizada e proporciona economia de energia; painel multifunções; distrubuição uniforme da temperatura; entre outros.

Segundo a nova classificação do Inmetro, a geladeira também está na subclassificação energética A+++, ou seja, este modelo é ideal para quem deseja diminuir os gastos com a conta de luz.

philco PRF504I

7. Philco PRF505TI

O refrigerador Philco PRF505TI de 367 L e duas portas é uma opção mais acessível de geladeira econômica. Ele também possui tecnologia Eco Inverter e está na subclassificação A+++, melhor classificação energética disponível no mercado.

Além disso, a geladeira conta com diferenciais como tecnologia Frost Free, que melhora a circulação constante de temperatura em todo o gabinete; e display moderno.

philco PRF505TI

6. Philco PRF411I

Mais uma opção de geladeira classificação A+++ é o modelo Philco PRF411I. Com 4 portas, capacidade de 403 L, sistema de refrigeração Frost Free, freezer inverse com abertura lateral independente, o refrigerador também se destaca pela sua eficiência energética.

Outros diferenciais do produto são a sua iluminação de LED, alarme de porta e painel touchscreen com ajuste de temperatura.

philco PRF411I

5. Samsung RT6000K

O principal diferencial da geladeira Samsung RT6000K é a sua tecnologia Digital Inverter, que ajusta automaticamente a velocidade do compressor, de acordo com a necessidade. Segundo a fabricante, a tecnologia garante economia de até 50% de energia.

Outras características que se destacam são a tecnologia Twin Cooling Plus, que evita que o ar frio e seco do freezer entre em contato com os alimentos da geladeira; 5 modos de conversão (diário, econômico, férias, festa e frigobar); tecnologias Power Freeze, que injeta uma rajada de ar frio no freezer e Power Cool, que injeta frio na geladeira para resfriar rapidamente alimentos e bedidas.

samsung RT6000K

4. Panasonic NR-BT55PV2W

Entre as geladeiras que menos consomem energia está a Panasonic NR-BT55PV2W. Assim como no caso dos modelos anteriores da lista, a geladeira da Panasonic também está na classificação A+++ do Inmetro, garantindo, segundo a fabricante, 43% de economia de energia. Isso se deve, principalmente, à sua tecnologia Inverter, que garante ajuste do compressor de acordo com a temperatura.

Além da tecnologia Inverter, essa opção se destaca também pela tecnologia Econavi, que economiza energia graças aos sensores de abertura das portas, luminosidade (interna e externa) e temperatura.

Com 483 L, o modelo é ideal para cozinhas pequenas e para quem deseja diminuir o gasto de energia.

panasonic NR-BT55PV2W

3. Electrolux IF55

Uma opção de geladeira de 431 L econômica é a Electrolux IF55. Seu principal diferencial é o compressor Inverter, que consome 45% menos energia, segundo a fabricante.

O refrigerador conta com outros diferenciais como: freezer de 128 L; compartimento para produção de gelo; hortinatura, que preserva frutas e verduras; e prateleiras reversíveis e retráteis no freezer e no refrigerador.

electrolux IF55

2. Electrolux IB53X

A Electrolux IB53X possui tecnologia Inverter e consome, de acordo com a fabricante, 33% menos energia. O compressor, além de potencializar a performance do refrigerador, faz com que a geladeira atinja a temperatura necessária de maneira eficiente.

O painel Blue Touch com funções digitais para controlar a performance do refrigerador e espaço exclusivo para alimentos que precisam ser armazenados a temperaturas mais baixas são outros diferenciais do modelo.

Com 454 L, a geladeira da Eletrolux possui freezer na parte de baixo e refrigerador na parte de cima.

electrolux IB53X

1. Electrolux RE31

Não poderia faltar na lista uma opção de geladeira econômica de uma porta. Esse é o caso da Electrolux RE31. A economia de energia é proporcionada, sobretudo, pelo seu tamanho reduzido de apenas 240 L de capacidade. Ou seja, é ideal para quem deseja diminuir os gastos com energia elétrica, tem uma cozinha compacta ou mora sozinho.

Além dos diferenciais como degelo semiautomático, prateleiras removíveis, ela possui selo A de certificação energética.

geladeira eletrolux re32

Energia Solar em sua Casa com Solfácil

Nós temos uma linha de financiamento revolucionária que permite que você troque o custo da sua conta de luz por um ótimo investimento em sistema de energia solar.

É isso mesmo! Temos uma rede de parceiros instaladores em todos os estados do Brasil que executam o projeto de energia solar em sua residência e você paga em até 144 parcelas com juros acessíveis. Tão acessíveis que a prestação mensal fica até 30% inferior à economia de energia que você tem com o sistema.

Posts Similares

Estórias Solares