Energia solar industrial. Você sabia que há mais de uma forma de explorar a energia solar? A energia fotovoltaica é a principal alternativa renovável para quem procura maior autonomia energética, mas também é possível usufruir das vantagens da energia solar para o aquecimento da água e demais líquidos. 

No setor industrial, ambas as tecnologias têm suas vantagens e podem ser amplamente exploradas. Confira a seguir as principais características e diferenças entre cada uma delas antes de decidir qual a melhor escolha para a sua indústria. 

Como funciona a energia solar fotovoltaica?

A energia fotovoltaica funciona a partir de painéis que absorvem a energia dos raios solares e a convertem em eletricidade. É uma opção viável, prática e que requer manutenção mínima, representando, assim, uma grande vantagem para o setor industrial. 

Energia fotovoltaica funciona pegando os raios solares e transforma em energia elétrica.
Energia fotovoltaica funciona pegando os raios solares e transforma em energia elétrica.

Essa tecnologia tem se desenvolvido muito nas últimas décadas, proporcionando o aumento da capacidade de fornecimento de energia elétrica em todo o mundo, inclusive em regiões que não recebem abastecimento de eletricidade pelas concessionárias. 

Os sistemas fotovoltaicos podem ser instalados em casas, comércios ou indústrias, principalmente para gerar eletricidade e diminuir os gastos com a conta de luz. Como no caso das indústrias é necessário gerar grandes quantidades de energia, o processo é geralmente feito em larga escala, demandando um sistema maior e mais complexo. 

Essa tecnologia oferece alta durabilidade e precisa de pouca manutenção, o que reduz os gastos com despesas extras. Pode ser adotada por empresas de qualquer porte e segmento, como indústrias alimentícias, têxteis, farmacêuticas, mecânicas e moveleiras, entre outros.  

A energia fotovoltaica é utilizada nas indústrias principalmente para garantir o funcionamento de motores e máquinas em geral, refrigeração, sistemas de segurança e iluminação. 

É um recurso totalmente renovável, que não polui o meio ambiente e possui manutenção mínima. Como nem tudo são vantagens, seu principal ponto negativo fica por conta do alto custo para sua aquisição para energia solar industrial. 

E a energia solar térmica?

Outra forma de explorar a energia solar é através dos coletores e aquecedores solares, equipamentos desenvolvidos para transformar o calor do sol em energia térmica com a finalidade de promover aquecimento. É comumente utilizada para produzir água quente em processos industriais. 

Essa tecnologia é também extremamente eficiente e econômica, com capacidade para reduzir em até 80% o consumo de energia relativo ao aquecimento da água. Assim como a energia fotovoltaica, depende diretamente da energia solar para funcionar, portanto, seu desempenho decai em dias chuvosos, nublados ou durante à noite.

Os aquecedores solares são normalmente compostos também por uma resistência elétrica ou aquecedor a gás que auxiliam para atingir a temperatura ideal da água nesses momentos. 

O sistema de energia solar térmica também é formado por painéis, que contém fileiras de tubos cheios de água que coletam o calor do sol, desta forma aquecendo a água e armazenando-a em um reservatório térmico chamado de boiler.

As possibilidades de aplicação da energia solar térmica na indústria são muito amplas. Seu ponto forte é a capacidade de fornecer calor, que pode ser utilizado em todos os processos que exigem determinadas temperaturas. A energia térmica é atualmente um recurso muito utilizado em diferentes indústrias, nas quais, até então, era normal a exploração de combustíveis fósseis.

A energia térmica, pode ajudar também a economizar energia.
A energia térmica, pode ajudar também a economizar energia.

As indústrias alimentar, têxtil, do papel e química são alguns bons exemplos de setores que exploram bastante os benefícios da energia solar térmica. Suas cadeias de produção envolvem processos térmicos nos quais esta tecnologia pode ser muito útil. Processos como a secagem, lavagem ou esterilização podem tirar grande proveito desta técnica.

Assim como acontece na energia fotovoltaica, as vantagens econômicas são as mais atrativas. Além disso, também explora uma fonte de energia renovável e disponível em abundância, que pode ser amplamente explorada hoje em dia. A manutenção do sistema solar térmico também é reduzida, reduzindo os custos estruturais associados. 

Proporciona maior eficiência energética para as indústrias, e consegue garantir uma utilização extremamente eficiente da energia disponível.

Outro ponto positivo a seu favor é reduzir a dependência sobre a rede de energia elétrica, pois uma instalação suficientemente grande é capaz de diminuir significativamente a necessidade de eletricidade advinda da concessionária de energia.

Além disso, os riscos associados a cortes de energia ou flutuações no preço da eletricidade, ou dos combustíveis são reduzidos.

Com esse método, é possível garantir um fornecimento constante de energia térmica, tornando-a apta para processos como a fermentação, por exemplo, que requer temperaturas estáveis.

Por esses motivos, a energia solar térmica oferece perspectivas muito positivas na indústria, especialmente se tratando de procedimentos que precisam atingir temperaturas de cerca de 100 ºC.

Muitas organizações industriais já exploram energia solar térmica em uma grande parte dos seus processos, com resultados altamente satisfatórios.

Em geral, empresas que investem em sistemas solares térmicos têm chances de reduzir consideravelmente os seus custos de produção habituais, dessa forma criando brechas para enfrentar com sucesso novos investimentos.

Térmica ou fotovoltaica? Qual escolher?

As vantagens dos dois métodos são semelhantes. Ambas promovem economia considerável nas contas de energia, possibilitando o direcionamento do capital economizado para outras áreas da empresa. 

Além disso, também ajudam a reduzir as emissões de dióxido de carbono, gás poluente que contribui com o aquecimento global. Como bem sabemos, qualquer ajuda nesse sentido é bem-vinda para frear a evolução das mudanças climáticas. 

A utilização de fontes de energia renováveis está se tornando uma tendência cada vez maior, tanto por contribuir com o meio ambiente, como pela possibilidade de poupanças econômicas significativas, sobretudo no setor industrial. Aliado a isso, os processos ganham eficiência energética ao utilizarem menos combustível.

Depende muito do projeto e do valor que você quer desembolsar para a sua energia solar industrial
Depende muito do projeto e do valor que você quer desembolsar

Há diversos aspectos que precisam ser avaliados na hora de escolher a melhor tecnologia para a sua indústria entre a energia solar térmica e a energia solar fotovoltaica. Ao precisar escolher entre uma delas, observe qual a finalidade de maior parte da energia elétrica utilizada na produção.

Se a sua maior preocupação é a iluminação e o funcionamento de motores elétricos, por exemplo, a energia fotovoltaica é provavelmente a escolha mais segura. Já se o que você precisa é de economia na hora de aquecer fluidos, opte pela energia solar térmica.

Enquanto esta pode ser utilizada em alguns pontos específicos da sua produção, aquela atua em todo o funcionamento através do sistema fotovoltaico.  

Também é válido considerar os custos para aquisição de cada um desses sistemas, analisando o investimento do projeto e seu retorno a longo prazo. Ambas oferecem vantagens muito atrativas, e para potencializar a economia do seu negócio, você pode optar por apostar em ambas, se possível. O retorno para o seu negócio certamente será muito lucrativo a longo prazo. 

Este artigo foi útil para você? Deixe sua opinião ou dúvida sobre energia solar industrial nos comentários.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Story referente ao post

Story resumo do post

Posts Similares

Estórias Solares