As fontes alternativas de energia são matérias-primas que, diferentemente das energias convencionais, não fazem uso de derivados de petróleo e outros combustíveis fósseis (carvão, gás natural) para geração de energia.

São geralmente opções renováveis, encontradas com abundância na natureza e que causam pouco impacto ao meio ambiente. Confira no artigo a seguir quais são os principais tipos de energia alternativa. 

Tipos de energia alternativa

As principais fontes alternativas de energia são também renováveis, pois são recursos disponíveis na natureza que apresentam poucos riscos de se esgotarem com o tempo. 

Apesar de serem encontradas com maior disponibilidade na natureza e provocarem menos impactos ambientais, essas fontes de energia ainda são pouco exploradas. Isso se deve à necessidade de maiores investimentos tecnológicos para viabilizar economicamente seu uso, tornando-as mais acessíveis. 

Conheça os tipos de energia renovável
Conheça os tipos de energia renovável

Alguns exemplos de energias alternativas que vamos tratar ao longo deste artigo são: energia solar, energia eólica, biocombustíveis, energia dos oceanos e energia geotérmica.

Todas essas são opções energéticas pouco poluentes, consideradas limpas e inesgotáveis, e que oferecem poucos riscos quando comparadas a outras opções (como a energia nuclear, por exemplo).

O uso de fontes alternativas de energia é muito importante pois ajuda a reduzir a dependência do atual modelo energético mundial, que é majoritariamente baseado no uso de combustíveis fósseis, os principais responsáveis pelo efeito estufa e aquecimento global

Ainda que produzam energia a preços relativamente baixos, os custos para explorar algumas dessas fontes de energia ainda são relativamente altos, como nos casos da energia solar e da energia eólica. 

Energia Solar

Essa é uma das energias alternativas que mais têm ganho espaço no setor energético mundial. Trata-se de uma energia limpa, renovável e que apresenta uma boa relação custo-benefício. É abundante principalmente nas regiões intertropicais, onde há maior incidência dos raios solares e, portanto, maior potencial para exploração dessa fonte. 

Energia solar é uma fonte de energia renovável
Energia solar é uma fonte de energia renovável

A energia solar é captada pelas células fotovoltaicas que compõem os painéis solares. Pode ser obtida de forma direta (através da energia solar distribuída, obtida com painéis instalados nos telhados das edificações) ou de forma indireta (por meio da energia solar centralizada, com a construção de usinas em áreas de intensa insolação,  nas quais são instalados diversos coletores de energia solar). 

O Brasil é um dos poucos países no mundo que recebe insolação superior a 3000 horas por ano, o que indica o número de horas de brilho do Sol. Na região Nordeste, o potencial é ainda maior, com áreas que contam com uma incidência média diária entre 4,5 e 6 kWh. Esses números são promissores, e colocam o Brasil em destaque no que se refere ao potencial solar em comparação a outros países ao redor do mundo. 

Energia Eólica

Utilizando o vento como força motriz, a energia eólica passou a ser explorada ainda no século XIX. Sua geração acontece atualmente por meio dos aerogeradores eólicos, equipamentos capazes de converter a energia cinética dos ventos em energia elétrica

Esse processo não produz nem emite gases poluentes na atmosfera, e por isso ela é considerada uma energia limpa.

Energia Eólica
Energia Eólica

No entanto, como a energia eólica depende da instalação dos aerogeradores, pode provocar mudanças na paisagem das áreas onde for implementada, podendo também interferir no fluxo migratório de aves da região. 

O Brasil possui cerca de 570 parques eólicos, e mais de 7 mil aerogeradores, que estão concentrados na região Nordeste. 

Biocombustíveis- Energia alternativas

Os biocombustíveis são provenientes de biomassa, ou seja, matéria orgânica vegetal e animal. Esse tipo de energia é obtido com a queima de plantas, madeira, restos vegetais e animais, podendo ser uma alternativa interessante ao uso de combustíveis derivados do petróleo e do gás natural.

A geração desse tipo de energia pode acontecer através de processos termoquímicos (que incluem liquefação, gaseificação, transesterificação e pirólise), biológicos (incluindo fermentação e digestão anaeróbica) e combustão direta (que envolve processos físicos, como corte, quebra e secagem do material). 

Biocombustíveis
Biocombustíveis

Alguns dos principais biocombustíveis utilizados no Brasil são o etanol (produzido a partir da cana-de-açúcar) e o biodiesel (gerado por meio dos óleos vegetais). Nosso país é um dos que mais se destacam no uso e produção de biocombustíveis, sendo o segundo maior produtor de etanol do mundo. 

Apesar da biomassa ser uma fonte de energia considerada pouco poluente (já que sua queima não produz gases tão nocivos ao meio ambiente), o processo para obtenção dos biocombustíveis também apresenta alguns pontos negativos.

Um deles é o aumento do desmatamento, já que requer ampliação de áreas agricultáveis, necessárias para a obtenção da matéria orgânica. Além disso, também requer grandes quantidades de água para irrigação dessas plantações.

Energia dos Oceanos

Como seu próprio nome já sugere, essa energia é obtida a partir da força das águas oceânicas, que é capaz de gerar energia por meio do deslocamento de massas de água. Também é considerada uma energia limpa, apresentando poucos riscos ao meio ambiente.

Essa fonte de energia é especialmente útil para países que possuem extensas áreas costeiras em seu território.

Energias dos Oceanos
Energias dos Oceanos

Sendo assim, o Brasil possui grande potencial para aproveitamento da energia gerada pelos oceanos. Um projeto-piloto de energia de ondas foi instalado em 2012 na Usina do Porto do Pecém, no estado do Ceará, com a intenção de gerar cerca de 100 quilowatts para o abastecimento do porto cearense. 

Esse tipo de energia pode ser obtido por meio da energia das ondas, das marés, das correntes marítimas ou da energia térmica dos oceanos. Como demanda o uso de tecnologias avançadas, a energia dos oceanos ainda representa alto custo na instalação de equipamentos. Sendo assim, sua exploração ainda é limitada, até mesmo porque ainda necessita de aprimoramentos para que possa de fato ser utilizada em larga escala. 

Energia alternativas: Energia Geotérmica

Outra opção de energia alternativa é a energia geotérmica, que é obtida pelo calor gerado no interior do planeta. As usinas geotermais são construídas em áreas de intensa atividade vulcânica, onde o vapor e a água quente emergem na superfície. O calor é aproveitado para a produção de vapor, com a finalidade de movimentar as turbinas das usinas. Dessa forma, os geradores transformam a energia cinética em energia elétrica. 

A energia geotérmica possui custos de manutenção considerados baixos em comparação a outras formas de geração de energia, mas envolve uma série de aspectos negativos que até então são considerados inevitáveis.

Energia alternativas: Energia Geotérmica
Energia Geotérmica

Uma das principais desvantagens envolvidas na exploração da energia geotérmica é que sua produção gera a emissão de dióxido de enxofre, um gás que é altamente prejudicial à saúde. Além disso, há ocorrências de afundamentos de terra e contaminação de lagos nos locais onde são instaladas usinas geotérmicas. 

Ainda há poucos estudos a respeito da energia geotérmica em território brasileiro. O maior aproveitamento desse tipo de energia se encontra atualmente nos países desenvolvidos, como a Nova Zelândia, que também possui uma formação geográfica favorável para tal atividade.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Confira aqui o story do post!

Posts Similares

Estórias Solares