Para quem deseja investir em energia solar, optar por um financiamento é muitas vezes o caminho para viabilizar esse sonho de obter autonomia energética.

O problema é que nem sempre esse é um processo tranquilo e descomplicado, pois, pode envolver burocracias e possibilidades que não necessariamente atendem à realidade do cliente.

Nesse cenário, o surgimento da Solfácil vem em ótima hora. A primeira fintech brasileira para investimentos no setor foi desenvolvida justamente para simplificar o trabalho dos integradores de energia solar e facilitar o investimento nessa tecnologia. 

Preencha os dados abaixo que respondemos na próxima live e lhe avisaremos por email.

Confira no artigo a seguir de que maneira a plataforma Solfácil auxilia no trabalho do integrador de energia solar. 

O que é a Solfácil? 

Considerando que o investimento em energia solar ainda é considerado pouco acessível no Brasil, o financiamento acaba sendo uma forma de facilitar a aquisição dessa tecnologia. Há diversos programas de incentivos de bancos públicos e privados para quem deseja investir na geração da própria energia, mas como intermediador desse processo você sabe que essa etapa nem sempre é tão simples. 

O que é a Solfácil? 
O que é a Solfácil? 

A Solfácil foi pensada justamente para ser uma ferramenta que contribua com o trabalho dos integradores de energia solar. Foi criada em 2018 com o propósito de suprir o déficit de Geração Distribuída no país, e atualmente conta com mais de 5 mil integradores parceiros trabalhando por todo o território nacional. 

Seu trabalho é realizado através da disponibilização de linhas de crédito desenvolvidas para viabilizar o processo de compra de sistemas fotovoltaicos. Para isso, oferece uma plataforma através da qual os integradores podem controlar todos os projetos de financiamento e homologação dos seus clientes de maneira organizada e sistematizada.

Quem opta por essa parceria tem acesso a uma solução prática e segura para viabilizar os seus projetos. E, melhor ainda, tudo é 100% digital, para otimizar ainda mais as suas vendas. 

Desde a sua criação, a Solfácil já conseguiu alcançar todos os estados brasileiros, proporcionando a possibilidade de aquisição a qualquer cidadão. A fintech proporciona atualmente cerca de 700 milhões de reais em crédito por ano, e espera chegar a 2,5 bilhões ainda em 2022. 

O sistema da Solfácil é 100% online
O sistema da Solfácil é 100% online

Essa foi a primeira plataforma do tipo lançada no Brasil com foco estritamente no investimento em energia solar. Sua meta principal é o financiamento para a instalação residencial de placas e equipamentos de geração de energia fotovoltaica, já que apenas 0,6% dos lares brasileiros possuem essa tecnologia atualmente. Mas quem não gostaria de ter um sistema próprio de geração de energia, não é mesmo?! 

O potencial para crescimento do setor no Brasil é enorme. Países como a Austrália, por exemplo, tem um índice de 25% das casas com energia solar. Enquanto que a Alemanha, que possui incidência solar inferior ao Brasil, ocupa atualmente o 4º lugar no ranking mundial de produção desse tipo de energia. 

Considerando o alto custo que a tecnologia para geração de energia solar ainda possui no Brasil, o financiamento para obter os equipamentos e a instalação acaba sendo o melhor caminho e, em muitos casos, o único possível.

Mesmo com os juros do financiamento, o investimento se paga em poucos anos, principalmente por conta da economia que o sistema fotovoltaico promove na conta de luz. Vale lembrar que a tecnologia pode durar por pelo menos 25 anos, o que significa a geração de boa parte da sua energia por duas décadas.

Como funciona o financiamento pela empresa?

A fintech financia projetos de energia solar fotovoltaica em todo o território nacional e para qualquer tipo de consumidor: residencial, comercial, empresarial, industrial, propriedades rurais, etc. Seja qual for o perfil do seu cliente, ele pode ter um financiamento junto à Solfácil aprovado para começar a gerar a sua própria energia. 

As opções de crédito estão disponíveis tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. No primeiro caso, os projetos devem ser de no mínimo R$ 10 mil e no máximo R$ 200 mil. Para CNPJs, os projetos devem partir de R$ 10 mil até no máximo R$ 500 mil. 

A Solfácil financia até 100% do projeto, incluindo equipamentos e mão de obra. O cliente pode optar por pagar uma parte do financiamento na entrada, se assim preferir, e o valor vai direto para a sua empresa.

Como funciona o financiamento pela Solfácil?
Como funciona o financiamento pela Solfácil?

Caso a intenção seja financiar menos do que 100% do valor do projeto, também é possível fazê-lo, conforme as preferências e possibilidades do cliente.

Os financiamentos oferecidos pela Solfácil possuem prazos que podem variar de 24 a 144 para serem quitados. No caso dos prazos de até 72 meses, o cliente pode escolher entre parcelas pré-fixadas (que não sofrem nenhum reajuste) e parcelas pós-fixadas (que são reajustadas anualmente, seguindo o índice de inflação IPCA). Já quanto aos prazos acima de 72 meses, a empresa oferece opções de parcelas pós-fixadas. 

Também há opções diferenciadas para o período de carência, podendo ir de 1 a 6 meses. Assim, você tem mais possibilidades para trabalhar com os seus clientes, de acordo  com as preferências e possibilidades de cada um.

As taxas CET dos financiamentos realizados pela Solfácil variam entre 1,32% e 1,57% ao mês para todos os prazos, independente do score de crédito do cliente.

O trabalho da Solfácil se destaca também com relação ao prazo para análise das propostas, realizada de forma automática e com retorno em poucos segundos. Análises manuais e específicas são realizadas apenas quando é necessário, e ainda assim com um retorno em até 1 hora útil. 

A facilidade quanto ao envio das notas fiscais é outro ponto positivo que visa simplificar o trabalho dos integradores. Como a empresa compreende o fluxo de trabalho nessa função, oferece maior flexibilidade e permite o envio tanto de notas com o valor cheio do projeto para o cliente final, quanto de mais de uma nota (caso prefira fazer uma nota para o serviço a ser realizado por sua empresa, e outra nota para os equipamentos entregues pelo seu fornecedor).

As notas fiscais são solicitadas pela Solfácil após a realização da instalação do sistema fotovoltaico. 

É a chance de fazer com que a sua casa tenha acesso a energia solar
É a chance de fazer com que a sua casa tenha acesso à energia solar

Além disso, a Solfácil pode realizar o pagamento dos equipamentos de maneira integral e diretamente para o seu fornecedor, assim você não precisa retirar recursos do caixa da sua empresa para isso.

Nesse caso, a nota fiscal do fornecedor precisa ser enviada antes da instalação e assim que o financiamento do seu cliente for formalizado.

As possibilidades e o formato de trabalho oferecidos pela Solfácil de fato representam uma inovação para o trabalho de integradores de energia solar.

Contar com uma parceria como essa pode significar a otimização das suas vendas, maior retorno financeiro sobre o seu trabalho e, consequentemente, maior reconhecimento no setor. 

Fique por dentro de como funciona o financiamento de energia solar no Brasil, e como esse modelo pode ser benéfico em sua residência ou empreendimento.

E pensando em facilitar a vida dos nossos clientes a Solfácil oferece hoje os melhores prazos e valores de financiamento do mercado.

Entre em nosso site e faça a sua simulação de financiamento de energia solar sem entrada no site da SolFácil de forma simples e rápida.

Temos uma linha de financiamento inovadora que te permite investir em um sistema de energia solar sem gastar nada a mais.

Confira aqui o story do post!

Posts Similares

Estórias Solares