A conta de luz é impressa após um funcionário da empresa de energia elétrica medir os gastos do consumidor por meio do relógio de força, que mostra quantos kWh foram gastos desde a última medição, em um período de aproximadamente 30 dias.

No entanto, é muito comum que os valores cobrados no final do mês deixe o consumidor em dúvida se consumiu mesmo aquele valor, podendo, em muitos casos, contestar o valor da conta de luz.

Esse erro acontece especialmente quando a medição é feita por meio de uma estimativa, método usado quando o consumidor não está em casa ou há dificuldades para medir o relógio, método também adotado para a cobrança de energia durante a pandemia.

Para fazer essa estimativa, que é permitida pela ANEEL, a empresa faz uma soma do consumo da residência nos últimos 3 meses e encontra a média entre elas. Quando o valor do próximo mês fica muito abaixo dessa média, o consumidor é ressarcido, mas é necessário ficar de olho e sempre contestar quando receber uma conta de valor muito maior do que o de costume.

Para que você saiba como agir diante de situações como esta, separamos um post explicando mais sobre a maneira correta de contestar o valor da conta de luz. Confira!

Como funciona o cálculo da energia elétrica?

Antes de aprender a contestar o valor da conta de luz, é importante que você saiba como o cálculo é feito para que esse valor seja estabelecido. Para simplificar, a conta de luz é dividida em vários encargos e taxas estabelecidas pelos municípios, estados e pelo governo, a fim de arrecadar recursos para a melhoria do país.

dentro da sua conta de luz você encontra taxas, impostos e cobranças referente à bandeira tarifária junto com o valor da energia usada naquele período
Dentro da sua conta de luz você encontra taxas, impostos e cobranças referente à bandeira tarifária junto com o valor da energia usada naquele período

A empresa que distribui energia elétrica também cobra uma taxa de encargos para suprir os custos com manutenção e melhorias do sistema de energia elétrica.

Junto com todos esses encargos, calcula-se o kWh usados durante o período de medição, que varia de acordo com o valor do seu estado e município e se você faz parte dos consumidores de tarifa convencional ou tarifa branca.

Como contestar o valor da conta de luz?

Caso você note um aumento muito alto em sua conta de luz, antes de contestar é necessário tomar algumas atitudes. A primeira delas é acompanhar a leitura do medidor e anotar os números atuais do seu relógio.

Em seguida, subtraia esse valor dos números da última leitura emitida na sua conta de luz e então divida pela quantidade de dias entre uma leitura e outra. Por exemplo, se a leitura foi feita dia 24/02 e a anterior dia 24/01, divide o valor por 31. Esse será o seu consumo médio por dia, e é importante para descobrir se você está gastando a energia cobrada ou aconteceu algum erro na leitura.

Por meio desse valor, basta somar as tarifas e acrescentar as taxas comuns da conta de luz. Outra saída é fazer o mesmo cálculo de consumo com a conta do mês passado e comparar o consumo dos dois meses.

faça o cálculo para avaliar seu gasto elétrico médio diário durante o mês e avaliar se há algum erro de leitura
Faça o cálculo para avaliar seu gasto elétrico médio diário durante o mês e avaliar se há algum erro de leitura

Se você notar que o consumo do mês anterior foi menor do que o consumo desse mês e não houve mudança na sua rotina – você não comprou nenhum eletrodoméstico ou eletrônico novo, e nem ficou mais tempo em casa como nos períodos de férias, por exemplo -, é necessário solicitar uma nova leitura.

Para isso, basta entrar em contato com a empresa responsável pela distribuição de energia em sua cidade e solicitar uma releitura do relógio. Pergunte se a conta foi calculada por meio de uma estimativa, e se esse for o caso, você pode informar os números do seu relógio para que na próxima conta você seja ressarcido.

Se a empresa se negar a fazer uma nova leitura ou te ressarcir na próxima conta quando necessário, você pode entrar em contato com o Procon da sua cidade para dar continuidade no caso.

Quais outros motivos podem fazer minha conta de luz aumentar?

Alteração no ICMS

As variações do ICMS podem fazer sua conta aumentar de valor relativamente, mesmo que o ajuste seja pequeno. Isso acontece de acordo com as variações da faixa da alíquota de ICMS do seu Estado, ajustada de tempos em tempos.

Acúmulo de contas

Quando o consumo de energia fica abaixo do mínimo – normalmente abaixo de R$70 -, as empresas não costumam cobrar o valor naquele mês e embutem o valor na próxima conta. Isso faz com que o valor da fatura fique maior e você possa estranhar o aumento repentino.

Telhado com placa solar
Telhado com placa solar

Fique de olho nas observações na parte inferior da conta de luz, e caso aconteça o acúmulo de contas, ele estará especificado no documento.

Como acabar com a conta de luz alta?

Se você descobriu que o aumento na conta de luz está relacionado com o aumento do seu consumo ou dos encargos, não há mais nada para ser feito no momento, mas você pode tomar algumas atitudes que podem te ajudar a economizar no final do mês.

Além de utilizar os aparelhos que mais gastam energia elétrica com cautela, você também pode optar pela tarifa branca caso ainda não seja dessa faixa e ligar seus aparelhos sempre depois do horário de ponta quando for possível.

Outra saída é aderir a novas fontes de energia, como a energia solar fotovoltaica, que pode te ajudar a economizar no final do mês com seus créditos energéticos.

Esses créditos são acumulados sempre que você produz mais energia solar do que consome, resultando em descontos na sua conta de energia no final do mês.

Viu como contestar o valor da conta de luz é fácil? Fique de olho nos aumentos no valor da sua fatura e esteja atento a possíveis erros e cobranças abusivas. Caso a empresa não queira resolver o seu problema, você pode sempre optar por procurar ajuda no Procon da sua cidade.

Você conhece a energia solar fotovoltaica e sabe como ela funciona? Aprenda mais sobre essa fonte de energia limpa e renovável no site da Sol Fácil!

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares