Você sabia que o setor industrial é responsável por quase 40% da eletricidade consumida no Brasil? Esse número exorbitante é uma consequência dos requisitos do sistema elétrico e do uso de equipamentos que consomem bastante energia, como motores, bombas e compressores.

Como essas são ferramentas geralmente essenciais para a produção, muitos empresários têm dificuldades para encontrar uma forma de reduzir o consumo de energia. Confira no artigo a seguir algumas propostas para obter eficiência energética nas indústrias. 

1 – Faça adaptações no ambiente para economizar na energia industrial

Algumas reformas simples podem ser feitas para economizar energia na indústria. Um investimento inicial talvez seja necessário, mas o resultado pode ser impactante nas contas de luz, e é isso que deve ser priorizado. 

Há adaptações simples que podem impactar consideravelmente no consumo de energia de sua empresa
Há adaptações simples que podem impactar consideravelmente no consumo de energia de sua empresa

Uma das adaptações possíveis é investir nas cores claras em todo o ambiente interno, pintando paredes e dando preferência à mobília e demais acessórios e equipamentos em tons mais leves. Esse tipo de modificação ajuda a deixar o ambiente mais amplo e leve. Assim, demandará menos uso da iluminação artificial, com menos luzes acesas durante o dia.  

Seguindo a mesma proposta, é interessante pensar em outras formas de explorar ao máximo a iluminação natural. A instalação de domus de iluminação é uma excelente alternativa para economizar energia nas indústrias, proporcionando maior sustentabilidade a um projeto.

São estruturas com aberturas estratégicas que possibilitam a entrada de luz solar no ambiente, com capacidade de iluminar até 8 vezes mais do que janelas com a mesma abertura. Vale a pena investir! 

Além disso, os domus também promovem maior bem-estar aos trabalhadores e proteção aos equipamentos que ficam no local, já que a luz não incide diretamente na área interna. Alguns domus conseguem filtrar os raios ultravioleta, contribuindo para a saúde dos funcionários.

O investimento em soluções para a iluminação natural produz retornos não apenas em prol da eficiência energética e das faturas de energia, mas também na produtividade das equipes, que consequentemente se sentirão mais confortáveis e dispostas a realizar suas atividades laborais.

Assim como a iluminação, a ventilação natural e o isolamento térmico também são importantes para diminuir o consumo de energia elétrica.

A grande extensão dos ambientes industriais torna a sua climatização muito cara, por isso vale a pena investir em alternativas que favoreçam ventilação natural e possibilitem maior conforto térmico.

Assim, há menor necessidade do uso de climatizadores e ar-condicionado. Algumas das principais opções para isso são as venezianas industriais e lanternins, e a melhor parte é que se adaptam facilmente a todo tipo de projeto industrial. 

O isolamento térmico também pode fazer toda a diferença na economia de energia em indústrias. Esse tipo de solução é mais indicado para locais com condições climáticas mais severas, como localidades que enfrentam frio ou calor em temperaturas extremas.

Nesses casos, é interessante investir para isolar as paredes e reforçar a espessura dos vidros das janelas. Essas são as opções mais adotadas para tornar o ambiente interno mais agradável e menos suscetível às mudanças de temperatura.  

2 – Prefira lâmpadas de LED para economizar na energia industrial

Uma iluminação ineficiente pode gerar prejuízos a longo prazo, tanto em energia consumida quanto nas reposições em manutenções de lâmpadas e outros elementos do sistema elétrico. 

Lâmpadas de mercúrio, sódio ou mesmo as fluorescentes fazem a conta de luz ficar bem mais alta. Por isso, não são uma boa escolha, desde contextos residenciais e principalmente em ambientes industriais.

Não é de se surpreender que as lâmpadas de LED sejam as líderes de escolha em projetos industriais, garantindo sustentabilidade, durabilidade e economia. O mais recomendado é investir nos LEDs dimerizáveis, que possibilitam o controle da intensidade do brilho conforme a necessidade de cada setor ou atividade. 

Além disso, também é possível optar pela instalação de sensores complementares, que acionam e desligam as lâmpadas automaticamente. Assim, você garante que as luzes só permanecerão acesas durante o tempo necessário. 

Mas as vantagens do LED não ficam só na economia. Esse tipo de lâmpada também pode reduzir significativamente a frequência de acidentes graças à sua maior eficiência e qualidade da iluminação. E como sabemos, a segurança deve ser sempre uma prioridade, sobretudo no contexto industrial. 

3 – Faça revisões periódicas nos equipamentos da empresa 

Você já imaginou o desperdício de energia que máquinas mal calibradas ou mal reguladas representam? Problemas como esses significam queda no seu desempenho, e consequentemente o consumo de energia para compensar o desperdício acaba sendo bem maior. 

É importante fazer manutenções preventivas nos equipamentos de sua empresa
É importante fazer manutenções preventivas nos equipamentos de sua empresa

Por essa razão, é fundamental manter em dia a revisão dos equipamentos, ou então trocá-los quando necessário. Esse tipo de inspeção é importante, pois toda e qualquer máquina que não estiver funcionando adequadamente pode gerar um grande prejuízo, o que pode ser ainda pior se o problema levar muito tempo para ser identificado e solucionado. 

Em algumas situações, pode ser mais vantajoso investir na substituição das máquinas mais antigas por versões mais modernas e econômicas. Com isso, você obtém vantagens como melhor desempenho, menor consumo e, naturalmente, mais economia. 

4 – Conscientize seus funcionários do uso da energia industrial e flexibilize a agenda

Já não é segredo para ninguém que a economia nas contas de luz depende diretamente de alguns hábitos diários e boas práticas. Isso vale não apenas para as indústrias, mas para todo tipo de consumidor de energia elétrica.

Mudar hábitos nem sempre é fácil, e o maior desafio, no caso das empresas, está relacionado à conscientização dos trabalhadores. Isso pode ser realizado através de campanhas educativas, que promovam o uso racional dos recursos. Mais do que investir em instalações sustentáveis, é fundamental também alertar os funcionários a respeito do assunto. 

Além de campanhas pontuais, é interessante sempre compartilhar dicas de economia de energia, para que os funcionários da indústria possam aplicar não apenas na rotina de trabalho, mas também na rotina doméstica. Boas práticas de consumo de energia valem até mesmo para atividades realizadas fora da empresa, já que o interesse em economia é de todos. 

Vale lembrar que o setor industrial representa as taxas mais elevadas de consumo de energia elétrica, fazendo da conscientização dos funcionários uma medida ainda mais importante, que precisa de fato ser levada a sério. 

A questão das boas práticas pode envolver, inclusive, a flexibilização da agenda industrial do seu negócio, que tem tudo a ver com planejamento estratégico. Algumas atividades podem ser agendadas visando obter o desempenho ideal dos funcionários e também o melhor aproveitamento possível dos recursos.

Se assim for possível, considere flexibilizar a agenda da sua empresa. Isso pode ser feito para aproveitar os momentos de maior incidência da luz natural para realizar as tarefas que mais dependem de iluminação.

Lembre-se de organizar a equipe de trabalho de modo a não sobrecarregar a linha de produção industrial nos horários de pico (que geralmente é entre as 17h às 22h). 

5 – Invista em energia solar fotovoltaica

A última dica desse artigo é capaz de revolucionar o consumo de energia em sua indústria. Se tornar um empreendimento mais independente em relação às concessionárias de energia é um objetivo comum entre muitos empresários, já que os gastos na conta de luz comprometem uma parcela considerável do orçamento. 

Veja os benefícios da energia fotovoltaica para sua empresa
Veja os benefícios da energia fotovoltaica para sua empresa

Para fugir disso, a solução é investir em formas alternativas de geração de energia, como através da instalação de sistemas solares fotovoltaicos. Essa é uma excelente solução para reduzir as despesas com energia elétrica em indústrias, já que a energia solar é capaz de suprir até mesmo as grandes demandas. 

Ainda que a tecnologia envolvida exija um grande investimento inicial, o custo-benefício compensa, e muito. A economia nas contas de luz é cumulativa e faz com que haja retorno financeiro com apenas alguns anos de uso.

Além disso, optando por equipamentos de boa qualidade, seu sistema fotovoltaico pode durar de 25 a 30 anos.  Interessante, não é?! E as vantagens da energia solar fotovoltaica não param por aqui. Clique aqui para conhecer mais benefícios da energia solar para o setor industrial.

Energia Solar em sua Indústria com Solfácil

Nós temos uma linha de financiamento revolucionária que permite que você troque o custo da sua conta de luz por um ótimo investimento em sistema de energia solar.

É isso mesmo! Temos uma rede de parceiros instaladores em todos os estados do Brasil que executam o projeto de energia solar em sua indústria e você paga em até 144 parcelas com juros acessíveis. Tão acessíveis que a prestação mensal fica até 30% inferior à economia de energia que você tem com o sistema.

Posts Similares

Estórias Solares

Energia solar em kombis e motorhomes
Energia solar em kombis e motorhomes
Posso colocar energia solar em um imóvel alugado?
Posso colocar energia solar em um imóvel alugado?
Energia Solar por Assinatura
Energia Solar por Assinatura
Energia elétrica em indústria: como evitar o desperdício
Energia elétrica em indústria: como evitar o desperdício
Transferência de Créditos de Energia Solar
Transferência de Créditos de Energia Solar
Quanto gasta de luz um banho de 10 minutos?
Quanto gasta de luz um banho de 10 minutos?