A energia solar usada em residências normalmente é ligada à rede de energia pública e funciona de forma híbrida. Ou seja, durante o dia, enquanto há sol, a energia usada na residência é a produzida a partir dos raios de sol, enquanto à noite, usa-se a energia da rede para suprir a demanda elétrica da casa. Mas você sabe o que acontece com sua luz se faltar na rua em um sistema de energia solar?

Por receber o nome de energia solar, muitas pessoas acreditam que o sistema só é capaz de injetar energia durante o dia. Embora só seja possível captar a energia da luz do sol em horários entre 6 da manhã e 6 da tarde, a energia também pode ser usada fora desses períodos, especialmente se o sistema contar com baterias.

Entenda melhor sobre isso no artigo a seguir!

Com energia solar tenho luz se faltar na rua?

A forma como o sistema de energia solar fotovoltaica vai funcionar quando a luz acaba, depende exclusivamente do tipo de instalação feita: Off Grid, On Grid ou Híbrido.

Off Grid

O sistema Off Grid, também chamado de sistema isolado, é usado especialmente em áreas rurais ou muito distantes em que a rede de distribuição não consegue atender. Isso faz com que seja necessário instalar um sistema em que a única fonte de energia seja a luz do sol e não haja conexão com qualquer distribuidora de energia elétrica.

no sistema Off Grid, o sistema de energia solar não fica conectado à rede da distribuidora
no sistema Off Grid, o sistema de energia solar não fica conectado à rede da distribuidora

Nesse sistema, são instaladas baterias que se responsabilizam por armazenar a carga extra produzida durante o dia, para que seja possível gerar energia durante a noite ou em dias nublados e com pouco sol.

Isso porque durante os períodos de sol muito forte, que vão desde o meio dia até às três da tarde, é muito comum que a energia captada pelo sistema solar não seja totalmente usada na residência, indo diretamente para as baterias e ficando armazenadas até que seja necessário usá-las para suprir a demanda.

O único problema desse tipo de instalação do sistema de energia solar fotovoltaico é que ele deve ser muito bem dimensionado para que haja energia o suficiente para ser usada durante a noite e em longos períodos de chuva. Para isso, as baterias devem ser capazes de atender toda a demanda do imóvel para que não falte eletricidade em nenhum período.

Nesses casos, como não há conexão alguma com a rede de distribuição, não há necessidade de se preocupar com possíveis quedas na luz da rua.

On Grid

Já o On Grid, ou conectado, é o sistema ligado diretamente na rede de distribuição de energia. Isso quer dizer que sempre que não há luz do sol, a rede é responsável por atender a demanda de energia da residência durante aquele período.

Nesse sistema, toda energia gerada a mais não é direcionada para baterias, e sim, para a rede da distribuidora para ser transformada em créditos energéticos, que podem ser usados de diversas formas possíveis depois de abater do valor da sua conta de luz.

Isso porque, caso você gere energia o suficiente para pagar sua conta, você só pagará o mínimo, que varia entre R$20-100, dependendo do padrão da sua residência – monofásico, bifásico e trifásico.

No entanto, uma grande desvantagem desse tipo de sistema de energia solar fotovoltaico é que por estar conectado à rede, sempre que faltar energia na rua o gerador terá que ser automaticamente desligado e só voltará a funcionar quando o serviço da distribuidora for restabelecido.

Essa medida foi estabelecida como medida de segurança pela Aneel, e serve para preservar a saúde e segurança dos técnicos que se responsabilizam pelo reparo da rede de energia. Do contrário, a rede continuaria gerando eletricidade, o que poderia trazer grandes riscos de segurança aos técnicos enquanto tentam restabelecer a rede.

Híbrido

O sistema híbrido é uma combinação do sistema On Grid com o sistema Off Grid: ao mesmo tempo que o sistema funciona junto à rede pública, também possui uma bateria que é capaz de estocar energia durante o dia.

os sistemas híbridos é formado pela junção do sistema On Grid com o Off Grid
os sistemas híbridos é formado pela junção do sistema On Grid com o Off Grid

Porém, nesses casos, o papel da bateria não é armazenar toda a energia extra que chega no sistema para ser usada a noite, e sim, atuar como um sistema de backup. Em casos de queda de energia, a bateria é usada para suprir a demanda do imóvel até que a energia seja restabelecida, sem colocar em risco a vida dos técnicos.

Qual dos sistemas é o mais vantajoso?

O sistema híbrido hoje em dia é uma das melhores opções para residências que utilizam energia elétrica em alta demanda e especialmente empresas que não podem ter seus maquinários desligados. Afinal, quando a rede sofre uma queda de energia, nunca sabemos quanto tempo vai levar até que ela seja restabelecida.

Porém, o sistema On Grid também pode ser uma excelente opção para cidades menores em que a demanda da rede é menor, e as quedas são mais difíceis de acontecer, e especialmente nos casos de residências que não possuem demanda constante de energia elétrica.

Para decidir qual dos sistemas é o mais indicado, é necessário avaliar suas necessidades e as necessidades energéticas da sua residência ou empresa e escolher a opção que mais atende a esses requisitos.

Agora que você entendeu que com energia solar você tem luz se faltar na rua apenas no sistema híbrido, avalie a necessidade de uma demanda sem interrupções. Caso você precise de um sistema sem quedas, o mais indicado é optar pelo sistema que combina a instalação On Grid com a Off Grid e assim garantir que sempre terá energia elétrica em sua casa.

Você conhece a energia solar fotovoltaica e sabe como ela funciona? Aprenda mais sobre essa fonte de energia limpa e renovável no site da Sol Fácil!

Posts Similares

Estórias Solares