Entre as diversas vantagens envolvidas na implementação de um sistema fotovoltaico, uma das principais se refere à valorização do imóvel, seja residencial, comercial, prédio ou galpão. Essa valorização pode, inclusive, superar o valor pago no sistema nos casos de venda do imóvel, mas vale também para quem deseja alugar o local. 

A tendência é que a valorização aumente cada vez mais, pois com a popularização da energia solar e seus benefícios, o número de pessoas interessadas em aproveitá-los tem crescido exponencialmente. Confira no artigo a seguir como funciona a valorização do imóvel nesses casos, e como você pode cobrar a energia solar caso opte pela locação. 

O que é a geração distribuída? 

Esse é o nome dado à energia elétrica gerada no local de consumo ou próximo a ele, e vale para diversas fontes de energia renováveis, como a energia solar, eólica e hídrica. O serviço é relativamente recente no Brasil, pois só foi definido em 2004.

A energia fotovoltaica é relativamente nova no Brasil
A energia fotovoltaica é relativamente nova no Brasil

A energia solar fotovoltaica, então, é ainda mais recente, regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em 2012. A partir da Resolução Normativa nº 482 de 2012, ficaram estabelecidas as condições gerais para micro e minigeração de energia distribuída, nas quais se enquadra a geração de energia solar fotovoltaica. 

Graças a essa resolução, hoje o consumidor brasileiro tem a possibilidade de gerar sua própria energia elétrica, assim como de fornecer o excedente para a rede de distribuição, gerando créditos que são descontados de sua conta de luz.  

O resultado disso é que desde então a energia solar fotovoltaica vem se consolidando cada vez mais, com um crescimento de cerca de 200% ao ano. A geração de energia solar é uma chance de aliar economia financeira, consciência socioambiental e sustentabilidade, aspectos muito apreciados pelos consumidores. 

Sendo assim, os painéis solares estão se tornando um dos principais itens presentes nos imóveis das cidades brasileiras. Como são muitas as vantagens decorrentes desse tipo de investimento, podemos afirmar que esse é um cenário que tende a crescer e atrair mais consumidores a cada ano. 

E falando em vantagens, uma das principais e mais interessantes está relacionada à valorização do imóvel, conforme veremos com mais detalhes a seguir. 

Porque a energia solar valoriza o imóvel? 

Implementar um sistema fotovoltaico em seu imóvel é uma das formas de agregar um “selo verde” à sua propriedade. Com isso, pessoas que tenham interesse em comprá-lo ou alugar de você saberão que se trata de uma edificação diferenciada e com maior valor agregado. 

A explicação para isso é simples. O fato do imóvel ter a conta de luz praticamente zerada é um ponto indiscutivelmente atrativo, que vai fazer dele uma escolha muito mais interessante do que qualquer outro imóvel. Portanto, imóveis que contam com a instalação de um sistema solar fotovoltaico têm um reajuste nos seus valores, seja para venda ou para locação. 

Esse tipo de tecnologia movimenta diversos setores, inclusive o imobiliário, pois é uma grande oportunidade tanto para quem constrói quanto para quem negocia. Muitas pessoas e empresas têm apostado na tecnologia fotovoltaica como uma forma de ganhar competitividade no setor.

Implementar energia solar na sua casa de aluguel pode te ajudar a monetizar o investimento
Implementar energia solar na sua casa de aluguel pode te ajudar a monetizar o investimento

Os consumidores residenciais estão no topo da lista, representando 72,6% do total de sistemas solares fotovoltaicos instalados no Brasil. Em seguida, estão as empresas dos setores de comércio e serviços, com aproximadamente 18%, depois os consumidores rurais com em média 6,3%, indústrias com 2,7% e poder público com 0,4%. 

Os números comprovam o quanto a energia solar vale a pena. Com tantos interessados e um crescimento exponencial, se trata de um investimento com enorme potencial para proporcionar lucratividade, inclusive para quem deseja valorizar o seu imóvel.

Vale pontuar que, quanto maior é a capacidade de geração de energia do seu sistema fotovoltaico, maior será a valorização da edificação. Sendo assim, o retorno financeiro é proporcional ao investimento realizado. 

Como cobrar energia solar do inquilino?

Quem aluga imóveis alimentados por um sistema de energia solar fotovoltaica pode cobrar o seu uso de seus inquilinos.

Essa é uma forma de somar um valor a mais no aluguel devido à tecnologia de energia solar, e de monetizar seu sistema de produção e distribuição de energia. Investir nesse tipo de tecnologia traz mais retorno financeiro do que uma reforma, e definitivamente menos dor de cabeça também. 

Essa opção também é uma grande vantagem para quem paga o aluguel, pois sai mais barato do que pagar pela energia elétrica convencional da distribuidora de energia, já que há menos tributos envolvidos e não há variação das bandeiras tarifárias. 

Ainda não há um consenso sobre o valor exato que pode ser acrescido a uma casa com sistema fotovoltaico instalado, mas é fato que o imóvel se valoriza além do valor investido no sistema, que pode variar de R$ 15 a R$ 50 mil.

Estudos recentes mostram que os compradores se dispõem a pagar, em média, R$ 40 mil a mais por imóveis com um sistema fotovoltaico. 

Um sistema pode valorizar - e muito - o seu imóvel
Um sistema pode valorizar – e muito – o seu imóvel

Pesquisas recentes feitas pelo Green Build Council Brasil mostraram que a valorização de imóveis sustentáveis pode chegar a 30% no país. Esse dado pode ser um bom ponto de partida para saber como cobrar a energia solar de seu inquilino.

Vale pontuar que essa valorização tende a aumentar, pois, cada vez mais pessoas se preocupam com a sustentabilidade e o meio ambiente. O que mais chama a atenção dos compradores é a economia da energia solar que reduz em até 95% a conta de luz. 

O proprietário do imóvel também tem a opção de remover o sistema fotovoltaico para instalá-lo em outra edificação, caso queira. Para isso, é preciso apenas cuidar da documentação junto à distribuidora, e lembrar de instalar o medidor adequado na propriedade que receberá a nova instalação. 

A tecnologia fotovoltaica se mostra cada vez mais flexível e adequada a diversos cenários, contextos e demandas. Assim fica fácil defendê-la, não é mesmo?! As vantagens são inúmeras para todos os envolvidos, a economia na conta de luz é garantida e o meio ambiente agradece. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Story referente ao post

Posts Similares

Estórias Solares