Uma das dúvidas mais recorrentes quando falamos sobre energia solar é a respeito da conta de luz e das economias geradas com o investimento. Afinal, esse é um dos principais objetivos de quem escolhe a luz solar como fonte de energia limpa e renovável. Mas você sabe como fica  a conta com energia solar, e se quem tem sistema de energia solar paga a fatura de luz?

O fato de pagar ou não conta de energia depende exclusivamente do tipo de sistema que está sendo utilizado. No sistema Off Grid, por exemplo, em que não há conexão com a rede de distribuição, a residência não recebe fatura de energia por ser responsável na geração total de eletricidade para suprir toda a demanda, incluindo a demanda durante a noite e dias com pouco sol. 

Já no sistema On Grid, em que há conexão com a rede de distribuição de energia, embora você receba uma conta de luz todos os meses por utilizar a energia da concessionária em dias com pouco sol e durante a noite, mesmo que você injete na rede a mesma quantidade que consumiu, a luz ainda será cobrada em valores menores.

Confira a seguir como funciona!

Como fica a conta com energia solar?

Para entender as economias e como ficará sua fatura depois de instalar a energia solar fotovoltaica, é necessário entender como o sistema de fato funciona. Quando suas placas captam a luz do sol e convertem em energia, nem toda eletricidade gerada é consumida de modo imediato. Todo o excesso de energia produzida é enviada para a distribuidora de energia da rede para ser convertida em créditos, que serão usados para abater o valor da conta de luz.

o sistema de energia solar gera uma economia na conta de luz de até 95%
o sistema de energia solar gera uma economia na conta de luz de até 95%

Vale lembrar, porém, que a conta nunca é zerada, mesmo que você tenha produzido muito mais energia do que gastou, já que a conta de energia possui uma taxa mínima, chamada de taxa de disponibilidade. Ou seja, um custo por ter a energia disponível para quando precisar ser usada.

Como é feito o cálculo da conta com energia solar?

A conta de quem tem energia solar possui alguns fatores e informações diferentes da conta de luz tradicional que todos conhecemos. E é a partir dessas novas informações que você consegue entender o valor da sua fatura e quanto de energia você usou e abateu.

Subclasse de consumo

Os consumidores que possuem placas fotovoltaicas fazem parte do subgrupo Residencial Geração Distribuída caso seja unidade residencial. Essa nomenclatura é usada para indicar que o consumidor gera energia com seu próprio painel solar e envia a produção da energia excedente para a rede de distribuição.

Taxa mínima

A taxa mínima vem descrita como custo de disponibilidade na sua conta de luz, e fica próximo aos valores apurados do consumo de kWh. Essa taxa mínima é o valor que o usuário pagará apenas por estar conectado à rede elétrica de energia.

a taxa mínima diz respeito à iluminação pública e taxa de disponibilidade
a taxa mínima diz respeito à iluminação pública e taxa de disponibilidade

Dados de produção de energia

Nesse campo você poderá ver quanto você produziu de energia elétrica com seu sistema solar. Caso você tenha produzido mais do que gastou, o valor da diferença será abatido dos kWh consumidos da rede, e qualquer valor excedente será armazenado como créditos energéticos para serem usados em até 5 anos.

Dados de consumo

Seus dados de consumo serão classificados como energia injetada na rede elétrica, que significa quanto kWh sua produção abateu do seu consumo vindo da rede pública. Por exemplo, se você produziu 700 kWh naquele mês, mas só consumiu 300 kWh, nos dados de consumo você verá apenas os 300 kWh consumidos que serão descontados da sua energia gerada. Os outros 400 kWh irão para o saldo acumulado.

Saldo acumulado

Nesse tópico você pode ver a quantidade total de kWh que você gerou e “sobraram” depois de descontar da sua fatura. Esse saldo acumulado pode ser usado para descontar a energia utilizada em meses que você produz menos energia solar do que usa, algo muito comum no inverno quando utilizamos o chuveiro na água mais quente, o que pode fazer a conta aumentar e muito no final do mês.

Leia também Conta de Luz Alta – Conheça os 5 Principais Vilões da energia elétrica

Qual o valor mínimo da conta de luz?

Embora você tenha que pagar a conta de luz mesmo tendo o sistema de energia solar, quando você abater a quantidade gerada da quantidade consumida, muitas vezes terá que arcar apenas com os custos da taxa mínima, que varia de acordo da alimentação contratada.

a taxa mínima varia de acordo com a região e tipo de motor elétrico
a taxa mínima varia de acordo com a região e tipo de motor elétrico

Em modelos monofásicos e bifásicos a dois condutores, o custo é de 30 kWh ao mês. Em modelos bifásicos a três condutores, o custo chega a aproximadamente 50 kWh. Já em modelos trifásicos, o custo é de 100 kWh.

Além dessa taxa, também está inclusa na taxa mínima a iluminação pública, que normalmente varia entre R$10-17 a R$20. No final, a taxa mínima varia entre R$30 e R$45 mensais, dependendo da sua região e do valor do kWh.

Agora que você viu como fica a conta com energia solar, deu pra entender como você pode ter uma grande economia no final do mês, não é? Com o sistema de energia solar fotovoltaico, você terá que arcar apenas com a taxa mínima caso produza a mesma quantidade que consome, fazendo com que você recupere seu investimento em aproximadamente 6-8 anos, apenas com a diminuição da sua conta de luz.

Faça a sua simulação de financiamento de energia solar sem entrada no site da Sol Fácil!

Story referente ao post

Story resumo do post

Posts Similares

Estórias Solares