Com 130 anos de história, a Coca-Cola está entre as marcas mais consumidas em todo o mundo. Como grandes poderes vêm acompanhados com grandes responsabilidades, é natural que uma empresa desse porte demonstre comprometimento com questões de preocupação mundial, como é o caso da sustentabilidade. 

Quando o assunto é consciência ecológica, a energia solar é um dos principais caminhos para quem deseja produzir energia com menos impactos ao meio ambiente. É, também, uma das principais alternativas para a sustentabilidade, já que faz uso da luz advinda dos raios solares, uma fonte inesgotável de energia. 

Quer entender como a Coca-Cola, uma das maiores empresas do mundo, está investindo em energia solar? Confira no artigo a seguir. 

Usinas fotovoltaicas no Nordeste do Brasil

Em outubro de 2021, a SolarBR Coca-Cola iniciou a operação de duas usinas fotovoltaicas, localizadas nas cidades de Barra do Corda, no Maranhão, e de Palmares, no estado de Pernambuco. 

A SolarBR Coca-Cola é uma engarrafadora brasileira, com atuação nas regiões Centro-Oeste, norte e nordeste do país, fabricando e comercializando refrigerantes, sucos, cerveja, energéticos e produtos lácteos. Trata-se de um empreendimento conjunto, de propriedade das famílias Jereissati e Melo em sociedade com a The Coca-Cola Company

Foram implementados mais de 700 painéis solares de 370 W e 450 W nas duas usinas citadas, que possuem, no total, uma potência instalada de aproximadamente 361 kWp. A energia gerada pelas usinas será utilizada para abastecer sete unidades distribuidoras da empresa, localizadas nas cidades de Barreiras (BA), Palmares (PE), Barra do Corda e Tutóia (MA), Cascavel, Iguatu e Maracanaú (CE).

Usinas fotovoltaicas no Nordeste do Brasil, um projeto da Coca-Cola
Usinas fotovoltaicas no Nordeste do Brasil, um projeto da Coca-Cola

Desenvolvido junto dos distribuidores, o projeto é mais um passo da empresa rumo à efetivação de um planejamento visando uma matriz energética cada vez mais diversificada e sustentável para a companhia como um todo. A ideia é que esse propósito se estenda a toda a cadeia de produção e distribuição da companhia, que já tem investido em iniciativas do tipo nos últimos anos.  

Luciano Gomes é diretor comercial da Solar Coca-Cola, e relata que a ideia surgiu como uma forma de apoiar os distribuidores na aquisição de infraestrutura para o uso de fontes renováveis e sustentáveis nas suas operações.

Para viabilizar o projeto, uma espécie de clube de compras foi organizado para fazer a ponte entre os distribuidores autorizados e a empresa fornecedora de energia. Assim, possibilita a aquisição de um pacote de serviços com um valor de mercado mais atraente. 

A companhia tem capacidade para produzir mais de 3 bilhões de litros de bebida por ano, com o objetivo de atender mais de 320 mil pontos de venda. Possui atualmente pelo menos 12 mil funcionários, que trabalham em 9 fábricas e 35 centros de distribuição.

A empresa está representada atualmente em uma área territorial de 2,8 milhões de quilômetros quadrados em sua área de atuação. Além da Coca-Cola e da Fanta, bebidas mais conhecidas do grupo Coca-Cola, a lista de produtos fabricados pela SolarBR também inclui Sprite, Kuat, o suco Del Valle, a água Crystal, energético Monster e outros produtos. 

Além das usinas que entraram em operação em 2021, a companhia também está realizando a construção de mais cinco plantas fotovoltaicas, que ficarão localizadas nos estados da Bahia, Ceará e Maranhão. A previsão é que fiquem prontas ainda em 2022. 

Usinas de energia fotovoltaicas
Usinas de energia fotovoltaicas

  A expectativa da empresa é que as sete usinas, em conjunto, sejam capazes de gerar aos distribuidores autorizados da marca uma economia anual de aproximadamente R$ 250 mil nos gastos com energia elétrica. 

E não pára por aí! A SolarBR Coca-Cola também está construindo mais duas usinas solares nos estados da Bahia e Mato Grosso, com a pretensão inicial de abastecer dez unidades distribuidoras da empresa. Juntas, as duas usinas terão uma potência instalada de 450 kWp.  

Outros projetos sustentáveis da Coca-Cola no Brasil

Além do recente projeto realizado em parceria com os distribuidores da empresa, a SolarBR Coca-Cola também já desenvolveu outras ações sustentáveis em suas unidades corporativas e fabris. 

Em 2021, a companhia alcançou um importante marco histórico, com 50% do seu consumo originado em fontes de energia renováveis. Boa parte da energia consumida pelas fábricas da empresa é gerada no parque eólico localizado no município de Sento Sé, no interior da Bahia.

O parque foi projetado em parceria com o Grupo Brennand Energia, que atualmente possui 11 parques eólicos em operação, totalizando 341 MW. Quatro novos parques estão em construção no momento, com previsão para agregar 152 MW. 

A meta da SolarBR Coca-Cola é chegar a 100% das unidades abastecidas por meio de fontes renováveis até o ano de 2025. É uma pretensão ambiciosa, mas que com os investimentos realizados nos últimos anos tem tudo para dar certo. 

O parque foi projetado em parceria com o Grupo Brennand Energia
O parque foi projetado em parceria com o Grupo Brennand Energia

Há outros projetos sustentáveis no radar da companhia, como o teste com o primeiro caminhão das regiões Norte e nordeste movido a gás para contribuir em suas operações.

O veículo foi produzido no Brasil e seu modelo é o R 410, com 410 cavalos de potência, vocacionado para médias e longas distâncias. Segundo a empresa, produz menos ruídos e vibrações, tem menor custo operacional e é 15% mais econômico em relação aos motores a diesel. 

Outra importante meta da SolarBR é zerar a quantidade de resíduos em todas as suas unidades fabris. Para tornar isso possível, desenvolve projetos com biodigestores para viabilizar o reaproveitamento dos resíduos orgânicos, e busca outras alternativas para evitar a destinação dos resíduos aos aterros sanitários. 

A sustentabilidade é uma das preocupações essenciais na gestão da empresa, estando presente não apenas em sua cultura, mas também nas decisões e atitudes cotidianas. Para se tornar uma referência mundial em serviços, produção e distribuição de bebidas, a empresa sabe que precisa também investir em melhores práticas produtivas. 

A sustentabilidade é uma das preocupações essenciais na gestão da Cola-Cola
A sustentabilidade é uma das preocupações essenciais na gestão da Cola-Cola

Suas iniciativas de sustentabilidade abrangem outros temas além de energias renováveis, incluindo também o acesso à água, reciclagem, eficiência industrial, gestão de resíduos, capacitação de jovens, parcerias comunitárias, voluntariado e diversos outros projetos focados em um futuro mais consciente, ambiental e socialmente

Essa é uma tendência mundial, que tende a ganhar cada vez mais adeptos em indústrias, fábricas e empresas em geral. A sustentabilidade é atualmente uma das principais preocupações não apenas da Coca-Cola, mas de diversas outras grandes empresas espalhadas pelo mundo. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Resumo do post no story abaixo

Posts Similares

Estórias Solares