Empresas de diversos segmentos fazem uso de galpões, que podem servir para operações como o recebimento de cargas, distribuição de mercadorias, armazenamento de produtos e mercadorias, entre outras.

É um investimento importante, cuja função pode interferir diretamente nos demais processos da indústria. Por isso, na hora de construir um galpão e fazer as manutenções necessárias, uma série de fatores devem ser levados em consideração. 

Um dos aspectos que mais merece atenção é o telhado do galpão, já que uma cobertura mal feita pode comprometer a estrutura como um todo. Confira a seguir os cuidados necessários com o telhado do galpão. 

Qual o tipo ideal de telha? 

Responsável pela proteção de toda a estrutura do galpão, das mercadorias armazenadas no seu interior e das atividades realizadas no mesmo, o telhado é uma das partes mais importantes da edificação. Por conta disso, demanda um bom investimento e a escolha de materiais adequados e de boa qualidade, para assim garantir que cumpra o seu propósito. 

O telhado de um galpão pode ser uma das partes mais importantes.
O telhado de um galpão pode ser uma das partes mais importantes.

A escolha do material que fará parte do telhado é parte fundamental para garantir sua durabilidade e a proteção do interior da obra. A qualidade do equipamento influenciará diretamente no tempo de durabilidade do produto. 

Há diversos tipos disponíveis no mercado, como telhas feitas de concreto, cerâmica, fibrocimento, policarbonato, fibra vegetal, PVC, PET… as opções são infinitas. Mas se tratando da cobertura de galpões, a telha metálica é uma das mais procuradas e recomendadas pela construção civil. 

Telhados construídos a partir de telhas metálicas têm condições de oferecer uma durabilidade maior e consequentemente menor necessidade de manutenção.

Além disso, as telhas metálicas também podem ser fabricadas com isolamento termoacústico, um ponto positivo importante, pois garante a proteção ideal para os produtos armazenados no local. 

As telhas metálicas são definitivamente uma das opções mais recomendadas nesse sentido, e as mais utilizadas no Brasil, representando um ótimo investimento por serem as mais resistentes do mercado.

Sua boa aceitação pelo setor da construção civil está relacionada às muitas vantagens oferecidas pelo material. 

O aço é facilmente adaptável a diversos outros tipos de materiais, ainda mais se o galpão for construído com estruturas pré-moldadas ou metálicas. Essas estruturas são práticas e de fácil montagem e transporte, contando com uma forma de medição extremamente precisa, já que são fabricadas sob medida. São leves, resistentes e flexíveis em simultâneo.

Além disso, oferecem ótimo grau de impermeabilização, isolamento térmico e acústico, e são anti-inflamáveis. Não comprometem as estruturas onde ficam apoiadas, e têm alta durabilidade, podendo resistir até por 70 anos, dependendo das condições climáticas do local onde forem instaladas.

Podem ser produzidas com material reciclável e geram economia (não apenas por terem baixo custo, mas também devido ao fato de usarem menor quantidade de materiais). 

Quais os cuidados necessários? 

Antes de escolher o modelo e o material da telha que será instalada em seu galpão, é importante atentar para alguns outros pontos essenciais.

Um bom material pode ser de extrema importância
Um bom material pode ser de extrema importância

A inclinação do telhado é um desses aspectos que devem ser considerados. A escolha da telha será feita a partir disso, pois cada modelo conta com informações referentes aos ângulos que suporta.

Quando é feita a escolha por um tipo de telha com mais ou menos inclinação do que a que é indicada pelo fabricante para sua obra, há a possibilidade de facilitar a ocorrência de danos gerados pelo vento, água e altas temperaturas. 

Observe também se o tipo de telha escolhido de fato se encaixa no formato do seu telhado, bem como ao estilo da construção. E não se esqueça que o produto precisa estar homologado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

As coberturas dos galpões são geralmente projetadas seguindo as normas vigentes na época da sua construção, de acordo com as especificações de cada estrutura. 

Como deve ser a manutenção do telhado de galpão?

As manutenções em telhado de galpões são feitas principalmente com caráter preventivo, como forma de manter as boas condições da edificação. Mais raramente precisam ser feitas com o propósito de solucionar um problema com urgência.

Sendo assim, a manutenção de telhados pode ser feita de forma preventiva e corretiva. No primeiro tipo, o serviço tem a função de promover diversos cuidados em prol da estrutura, como a limpeza, por exemplo, a fim de identificar possíveis danos ou problemas antes que se agravem e possam gerar mais prejuízos.

A parte corretiva é realizada quando já é identificada a necessidade de restaurar, substituir calhas e rufos, ou em casos mais graves, quando é preciso fazer a restauração completa da estrutura. 

É importante ter as manutenções preventivas em dia
É importante ter as manutenções preventivas em dia

Como o serviço de manutenção de telhados é realizado em altura, é indispensável que seja prestado por profissionais especializados na área. Isso é importante para garantir a segurança, mas também para evitar que possíveis danos presentes na estrutura sejam agravados. 

Mais informações sobre a manutenção de telhado de galpão

Como não se trata de um trabalho tão simples, a manutenção do telhado de galpões deve respeitar os mais avançados requisitos de segurança e por uma equipe de profissionais  devidamente capacitada para tal. Há que se considerar que é um serviço prestado em grandes alturas, com grandes riscos de acidentes. 

As empresas que oferecem esse tipo de serviço devem oferecer treinamentos rigorosos e atualizados a respeito da realização de manutenções feitas em altura, como, por exemplo, através do uso do acesso por cordas em suas prestações de serviço, e auxílio dos equipamentos de proteção mais avançados.

Questões voltadas para a segurança são indispensáveis de serem consideradas por parte dos técnicos habilitados, que devem estar devidamente preparados conforme a NR 35 e NR 06.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares