Painel solar. A durabilidade e resistência dos painéis solares são alguns dos fatores que mais geram questionamentos e preocupação por parte das pessoas que desejam investir nesse tipo de tecnologia.

Afinal de contas, a compra e instalação de um painel solar requer um investimento alto, e para valer à pena de fato é preciso se certificar sobre todos os aspectos que envolvem o seu pleno funcionamento. 

Como os painéis solares são geralmente instalados no telhado de residências, empresas e indústrias, ficam expostos não só ao sol, mas a todas as condições climáticas daquela localidade em questão, o que pode incluir situações extremas, como chuvas com granizo e ventos fortes.

Será que os painéis são resistentes a isso? Saiba tudo sobre esse assunto no artigo a seguir. 

Painel solar: Tecnologia resistente a impactos mecânicos

Os painéis fotovoltaicos fabricados contam com uma das tecnologias mais duráveis e resistentes que existem quando o assunto é geração de energia.

As tecnologias de uma placa solar, são resistentes a muitas adversidades
As tecnologias de uma placa solar, são resistentes a muitas adversidades

Para se ter uma ideia, há sistemas fotovoltaicos funcionando desde a década de 80, gerando energia até os dias de hoje. Levando esse fato em consideração, é possível imaginar o quanto esses painéis são resistentes. 

É claro que é preciso levar em conta também a qualidade do produto a ser adquirido. Como acontece em todos os segmentos, no setor de energia solar também é possível encontrar materiais de baixa qualidade sendo comercializados.

Isso é normalmente feito por empresas que não são certificadas perante órgãos oficiais, e que cobram preços abaixo do valor de mercado, sem oferecer qualquer garantia de durabilidade. 

Por isso, é fundamental recorrer a empresas especialistas em soluções de geração de energia limpa com um bom histórico no mercado e credenciadas segundo os órgãos oficiais do setor.  

Quanto aos produtos de qualidade reconhecida, o mercado oferece ótimas opções de compra com tecnologia de ponta e muito resistentes. As melhores escolhas são as placas solares equipadas com embalagem estratificada, de vidro temperado ou acrílico.

Esse revestimento envolve as células fotovoltaicas de silício, que são muito sensíveis, para que não sofram com as condições climáticas extremas. 

Uma composição como a citada acima é o suficiente para proteger a placa contra diversos tipos de adversidades. Em condições específicas de testes, placas com essa constituição têm a capacidade de suportar chuvas de granizo nas mais diversas formas.

No entanto, vale alertar que, ainda que esses sistemas sejam projetados para enfrentar condições meteorológicas extremas, não é possível prever com precisão todas as situações possíveis às quais uma placa pode estar exposta.

Por isso, além da qualidade dos equipamentos, também é imprescindível que o sistema de fixação seja montado corretamente, de modo que as placas solares realmente estejam em plenas condições de resistir a ventos fortes e chuvas de granizo, sem causar qualquer prejuízo à estrutura. 

O dano aos painéis solares em consequência de chuvas de granizo e outras intempéries é extremamente raro. Os painéis solares, em geral, não costumam sofrer impactos diretos durante a chuva de granizo, devido à inclinação padrão dos telhados onde são instalados, o que reduz ainda mais as possibilidades de que esse tipo de prejuízo aconteça. 

O material externo que envolve e protege as placas são projetados e combinados quimicamente para suportar impactos mecânicos de diversas modalidades, incluindo chuvas de granizo, neve, temporais, ventanias e demais adversidades, sem que as células receptoras sofram qualquer dano. 

Entenda a durabilidade de uma placa solar
Entenda a durabilidade de uma placa solar

Para quem é mais precavido, também é possível ampliar ainda mais o nível de proteção com alguns cuidados extras, como cobrir a superfície dos painéis com um tecido denso durante as chuvas, por exemplo.

Essa, no entanto, é apenas uma dica para ter uma proteção a mais, mas não é essencial para a manutenção da integridade do equipamento, que é fabricado com tecnologia resistente a impactos mecânicos, como veremos com mais detalhes a seguir. 

Capacidade para enfrentar as intempéries

A superfície protetora das placas modernas com certificação de qualidade é capaz de resistir a pedras de granizos com velocidades de até 50 mph, seguindo as normas internacionais. 

A velocidade máxima de uma pedra de granizo de 1 centímetro é de, no máximo, 20 mph. Portanto, é possível afirmar que as placas solares que seguem as normas internacionais são duplamente protegidas. 

O nível de resistência das placas que compõem os sistemas fotovoltaicos é altíssimo, o que também explica a sua baixa necessidade de manutenção e longa durabilidade (de no mínimo 25 anos, podendo chegar até 40 anos).  

Ao confiar seu projeto a uma empresa de credibilidade, as placas serão posicionadas na sua residência ou empresa de modo que seu nível de inclinação possa reduzir sensivelmente o campo de alcance das pedras de granizo à superfície.

Vale atentar para o fato de que a resistência dessa tecnologia vai desde a fabricação à implementação dos módulos solares, por isso é fundamental dar preferência a uma empresa que preste serviços de qualidade.

Pesquise e dê preferência a empresas que ofereçam soluções completas e personalizadas em energia limpa, desde o planejamento do projeto, passando pela execução até a manutenção da tecnologia, quando e se necessário. Se informe se os equipamentos a serem instalados seguem as normas internacionais. Veremos a importância disso a seguir.    

Painel Solar: Conformidade com as normas internacionais

A questão referente à segurança dos painéis solares é algo que deve ser levado muito a sério, e portanto existe uma norma internacional para tratar do assunto. 

Placas solares atendem padrões internacionais de qualidade
Placas solares atendem padrões internacionais de qualidade

Estamos falando da certificação IEC 61215, que estabelece testes que vão desde avaliações de desempenho e durabilidade até mesmo verificações relacionadas à segurança. Os módulos fotovoltaicos passam por essas análises para comprovar que atendem às condições mínimas que um painel fotovoltaico deve ter para ser comercializado.

Testes como esse servem para verificar a resistência do painel solar ao granizo e outras condições extremas. Para realizar um desses testes, um equipamento chamado lançador é usado. Ele serve para impulsionar várias bolas de gelo de diferentes pesos e velocidades de modo a atingir o painel solar em pontos diversos.

O maior granizo usado ao decorrer do teste possui 75mm de diâmetro, com aproximadamente 200g, e é lançado a uma velocidade de aproximadamente 145 km/h em direção ao vidro do painel solar. 

Após a realização desses lançamentos, uma inspeção é feita para verificar se o vidro do painel sofreu algum tipo de dano. Para que o painel solar seja aprovado nesses testes, é preciso que os vidros se mantenham intactos após os lançamentos. 

Sendo assim, painéis que recebem a certificação IEC 61215 estão aprovados nos testes de desempenho, durabilidade e segurança. É raro que um painel se danifique por causa de uma condição climática adversa, mas os equipamentos que têm essa certificação certamente possuem maior garantia contra isso. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares