A energia solar fotovoltaica é uma das alternativas energéticas mais procuradas no Brasil e no mundo nos últimos anos. A economia que proporciona nas contas de luz e o fato de ser uma energia limpa e renovável fazem dela uma opção viável e interessante. 

Mesmo nesse cenário favorável, a instalação de painéis solares ainda requer um investimento inicial alto. Quer saber mais detalhes a respeito do custo de um sistema fotovoltaico? Basta continuar a leitura.  

Instalação de energia solar: O custo de um sistema solar fotovoltaico 

Há várias questões envolvidas no cálculo do investimento necessário para implementação de painéis solares, pois cada projeto é desenvolvido levando em consideração as características de cada edificação. 

Instalação de placas fotovoltaicas de energia solar
Instalação de placas fotovoltaicas

O principal fator é a quantidade de energia consumida pelo imóvel que receberá a instalação. Quanto maior a demanda de energia, mais potência vão precisar ter os painéis.

Você pode obter uma média do consumo mensal ao somar o consumo em kWh que consta nas suas últimas doze contas de luz, dividindo por 12. Essa é uma das informações que vão servir de base para a realização do orçamento do seu projeto.  

Além disso, também é preciso avaliar se o telhado do imóvel dispõe de um local adequado para acomodar os equipamentos. Áreas com muitas árvores ou prédios podem ter a incidência dos raios de sol comprometida, o que interfere diretamente no desempenho do sistema. 

Antes de falar dos valores, é importante pontuar que, além das particularidades de cada projeto, outra questão que pode influenciar no seu custo final é a grande divergência de valores que há entre os fornecedores desse tipo de equipamento. Sendo assim, o custo médio pode variar bastante também.  

De modo geral, em residências, o sistema pode custar entre R$ 15 mil e R$ 50 mil. Como o sistema é modular, pode ser dimensionado de acordo com as necessidades de cada usuário.

Quanto mais cara for a conta de luz do imóvel em questão, maior será o valor inicial necessário para instalação do sistema. Sendo assim, a tendência é que os valores sejam maiores nos casos de instalação de painéis fotovoltaicos em empresas e indústrias. 

Ainda que o custo inicial seja proporcional aos valores das contas de luz, é nos casos de maior consumo que o investimento mais vale à pena, pois a economia de energia acaba gerando um retorno financeiro ainda mais rápido. 

Continue a leitura para saber também sobre o custo da manutenção de um sistema fotovoltaico.

Quanto custa para fazer a manutenção? 

Há três tipos principais de manutenção que podem ser realizadas em sistemas fotovoltaicos: preventiva, preditiva e corretiva. A principal delas é a manutenção preventiva, que deve ser realizada anualmente. Veremos mais detalhes sobre cada uma delas a seguir. 

Manutenção preventiva

Essa manutenção é muito importante para evitar danos nos módulos solares e preservar a vida útil do sistema. Ajuda a manter o sistema funcionando de maneira eficaz e por mais tempo, evitando custos com reposição de peças ou eventuais reparos. O custo da manutenção anual fica em torno de 0,5% do investimento inicial no sistema solar fotovoltaico. 

As manutenções preventivas são necessárias para ter um bom desempenho na energia solar
As manutenções preventivas são necessárias

Envolve basicamente uma limpeza periódica nos painéis, com o objetivo de minimizar os riscos de falhas no sistema. Vários fatores podem afetar a produção de energia dos painéis. A sujeira é um dos principais, mas também um dos mais simples de serem corrigidos.  

Vale a pena dedicar um tempinho para fazer essa limpeza anual, pois resíduos concentrados ao longo do tempo podem formar manchas nas placas solares e favorecer o desenvolvimento de fungos que podem causar corrosão nos painéis, reduzindo a sua vida útil. 

Quanto mais limpos estiverem os painéis, melhor será o seu desempenho para a produção de energia. Estima-se que a sujeira acumulada sobre eles pode causar perdas de até 25% da geração em alguns casos

Para realizar essa manutenção basta usar água e um pano macio, mas o mais indicado é contratar uma empresa qualificada para fazer esse tipo de limpeza, para não correr o risco de causar danos aos painéis ou, pior ainda, sofrer uma queda grave. 

Manutenção preditiva

Esse tipo de manutenção não precisa ser tão frequente quanto à preventiva. Consiste em uma inspeção visual periódica dos painéis, com a finalidade de identificar possíveis arranhões, manchas, rachaduras ou qualquer outro tipo de dano ao painel. 

Para saber quando é necessário realizar a manutenção preditiva, é preciso acompanhar o desempenho do equipamento através do sistema de monitoramento. Com os módulos funcionando regularmente, não há necessidade de se preocupar. 

Caso de fato seja preciso realizar a manutenção preditiva, tome os devidos cuidados: use equipamento de segurança para subir no telhado e não se apoie sobre os módulos. 

Esse tipo de manutenção também é importante para reduzir os custos com manutenção corretiva, pois possibilita a identificação de danos logo no início. 

Manutenção corretiva da Instalação de energia solar

Como o próprio nome já sugere, essa manutenção tem o propósito de corrigir algum dano ocorrido aos painéis. Quando ocorre uma queda no desempenho e é identificado algum tipo de avaria nos módulos, é preciso contratar o serviço de uma equipe capacitada para realizar a manutenção corretiva. 

Caso haja algum problema, terá que fazer a manutenção corretiva nas placas de energia solar
Caso haja algum problema, terá que fazer a manutenção corretiva.

Por isso é tão importante realizar os outros dois tipos de manutenção regularmente, de modo a identificar o quanto antes qualquer dano que possa surgir no painel. Se detectado no início, o problema pode ser simples de ser reparado, e menores serão os gastos necessários para recuperar o bom desempenho do sistema. 

Como a manutenção corretiva só é necessária em casos específicos, os usuários podem passar longos períodos de tempo sem nem mesmo precisar se preocupar com a necessidade de realizá-la.

A praticidade e o baixo custo com relação às manutenções necessárias são aspectos que acabam reforçando a energia solar como uma fonte de energia econômica e exequível em diversas realidades. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares