Muitos consumidores têm notado que a conta de luz dobrou o valor nos últimos meses, e isso pode ser explicado por diversos fatores que incluem o aumento de consumo e até a bandeira utilizada naquele momento. Mas você sabe por que isso pode acontecer?

O aumento nas tarifas elétricas é algo que tem chamado a atenção de diversos brasileiros, especialmente depois da crise hídrica que gerou a necessidade de uma nova bandeira, com valores muito acima dos praticados antes. Em setembro de 2021, a ANEEL adotou a bandeira preta, que fez com que as contas de energia dobrassem de valor.

Junto, a inflação e as dívidas do governo fizeram com que as taxas cobradas nas faturas da conta de luz também aumentassem, resultando em valores que representam quase o triplo do preço que se pagava há alguns meses.

Para lhe explicar melhor o que pode estar acontecendo para que sua conta tenha dobrado de valor, separamos um post explicativo sobre o assunto que tirará todas as suas dúvidas. Veja a seguir!

Porque a conta de luz dobrou o valor?

Aumento de consumo

Um dos fatores que mais impactam no aumento da conta de luz é o aumento do consumo de energia elétrica, especialmente quando o consumidor faz o uso frequente dos conhecidos vilões da conta alta de luz.

o chuveiro é um dos grandes vilões da conta de luz alta
O chuveiro é um dos grandes vilões da conta de luz alta

O chuveiro e o ar condicionado podem fazer com que sua conta ultrapasse R$600 por mês quando usado de forma indevida e com muita frequência, e ao avaliar o consumo mensal de certos aparelhos, os consumidores percebem que o aumento da conta está ligada diretamente com o aumento do consumo e uso de eletrodomésticos e eletrônicos que usam uma quantidade gigante de kWh.

Bandeira tarifária

Você sabia que quanto mais escura a bandeira tarifária, maior o preço do kWh? Essas bandeiras são estabelecidas de acordo com a escassez dos recursos para gerar energia elétrica, no caso atual, a água.

Ou seja, quando os reservatórios das hidrelétricas estão muito baixos, é necessário aumentar o valor da energia para suprir a necessidade de outras fontes geradoras, que normalmente são mais caras.

As bandeiras mais caras atualmente são as bandeiras vermelhas e as bandeiras pretas.

Inflação

A inflação é outro fator que impacta diretamente no valor da sua conta de luz todos os meses, e quanto maior a inflação, mais cara a energia tende a ficar. Ainda não há previsões para que a inflação diminua, e com isso, fica impossível saber quando a conta de luz voltará ao valor de alguns meses, e se de fato ela vai mesmo baixar.

Consumo em excesso em horários de ponta

Se você faz parte da tarifa branca, é importante ficar de olho no consumo que acontece nos horários de ponta e avaliar se há a possibilidade de ligar os aparelhos em horários em que o valor do kWh fica mais barato.

nos horários de ponta o valor do kWh chegam a dobrar
Nos horários de ponta o valor do kWh chegam a dobrar

Isso porque, dependendo do aparelho usado nos horários de pico no valor da energia, o consumo pode fazer sua conta de luz dobrar no final do mês, já que o kWh nesse horário chega a R$1,11.

O que fazer ao notar que a conta de luz dobrou o valor?

Ao receber a conta de luz com um valor muito superior aos valores antigos, você pode tomar algumas atitudes, como:

Acompanhar a leitura do medidor

Caso você desconfie que possa estar sofrendo um aumento abusivo na conta de energia, é importante anotar a leitura do medidor e então subtrair do valor da leitura que estava na fatura anterior. Em seguida, veja quantos dias passaram entre às duas medições e divida o valor encontrado pelos dias.

O resultado da conta mostrará o consumo médio diária que você teve durante esse período, e a partir disso você pode verificar se o consumo do mês anterior ficou muito abaixo ou está com os valores próximos.

Leve em consideração novos eletrodomésticos, aumento de consumo de energia e possibilidade de festas com maior frequência, o que faz com que a geladeira seja aberta mais vezes e pode resultar em um pequeno aumento na sua conta de energia.

Analisar se não houve nenhum erro de leitura

Alguns erros na leitura podem ser comuns e bastante frequentes, e acaba fazendo com que o consumidor tenha que pagar uma cobrança indevida. No entanto, não se preocupe: você pode recorrer e solicitar uma revisão com a distribuidora de energia, e até mesmo abrir uma reclamação formal no Procon caso o procedimento não dê resultado.

Mude sua tarifa

Hoje em dia, as contas de luz são cobradas de duas formas diferentes: pela tarifa convencional e pela tarifa branca. De modo geral, todos os consumidores são cobrados pela tarifa convencional, que possui um valor de KWH fixo para todos os horários.

Caso solicitado para a distribuidora de energia, o consumidor poderá mudar para a tarifa branca, a qual possui um valor que muda em horários de ponta.

Em São Paulo, por exemplo, os horários em que o KWH fica mais caro são entre 17:30 e 20:30, com o valor do kWh chegando a R$1,11 em 2021.

Embora possa parecer pouco vantajoso, os horários fora de ponta que vão desde as 21:30 até às 16:30 do dia seguinte tem um valor de R$0,49 kWh, mais da metade do valor do horário de pico de consumo. Isso significa que ligando os aparelhos que possuem maior gasto depois das 21:30, é possível economizar até 50% do valor da conta no final do mês caso os mesmos aparelhos fossem ligados no horário de ponta.

Já na tarifa convencional, o valor do kWh em qualquer horário é de R$0,59 e pode não ser a melhor opção para quem quer economizar.

Para você ter uma ideia, imagine que você gasta uma média de 70 kwh por mês com seu chuveiro, que é a média calculada para cada residência. Se você ligar o chuveiro depois das 21:30 todos os dias na tarifa branca, no final do mês terá gasto R$34,3 com o aparelho. Caso você use a tarifa convencional com o valor fixo, o gasto sobe para R$41,3, quase 10 reais de diferença.

Após ver por que a conta de luz dobrou o valor, não deixe de ficar de olho no padrão de consumo e avaliar se pode ter acontecido algum tipo de erro na hora de leitura. Caso isso aconteça, não deixe de solicitar uma revisão para não ter que arcar com os custos cobrados indevidamente.

Energia Solar em sua Casa com Solfácil

Nós temos uma linha de financiamento revolucionária que permite que você troque o custo da sua conta de luz por um ótimo investimento em sistema de energia solar.

É isso mesmo! Temos uma rede de parceiros instaladores em todos os estados do Brasil que executam o projeto de energia solar em sua residência e você paga em até 144 parcelas com juros acessíveis. Tão acessíveis que a prestação mensal fica até 30% inferior à economia de energia que você tem com o sistema.

Posts Similares

Estórias Solares