Atualmente, o Brasil conta com 5.312 MW de potência instalada nas usinas de energia solar em operação, segundo levantamentos do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Análises da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) estimam que até 2040 o país contará com a produção de 126 GW de energia gerados pela luz solar.

Se isso se cumprir, a tecnologia se tornará líder no setor, ultrapassando até mesmo a fonte hídrica. 

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), atualmente o nosso país conta com 3.413 usinas de energia solar em operação. Confira no artigo a seguir quais são as 10 maiores. 

1 – Energia Solar: São Gonçalo, no Piauí

A maior usina de energia solar do Brasil e da América do Sul está atualmente localizada na cidade de São Gonçalo do Gurguéia, no estado do Piauí. Conta com mais de 2.2 milhões de painéis solares, possui capacidade de geração de 475 MW e pode reduzir a emissão anual de até 860 toneladas de dióxido de carbono na atmosfera. 

Essa usina possui a  tecnologia de placas solares bifaciais, que trabalham captando a luz solar dos dois lados. Isso a diferença das demais usinas solares e dos painéis solares normalmente utilizados em sistemas de energia solar residencial, que em grande maioria faz uso de placas comuns. 

Localizada na região semiárida do Brasil, a central solar de São Gonçalo é um parque recorde e desempenha um papel chave na recuperação verde no Brasil. É o maior parque solar da América do Sul atualmente em funcionamento.

A instalação ocupa uma área de cerca de 12 milhões de metros quadrados, o equivalente a aproximadamente 1.500 estádios de futebol.

Energia Solar: São Gonçalo, no Piauí
Saiba tudo sobre as maiores usinas solares do Brasil

A construção da sua primeira sessão começou em outubro de 2018 e foi conectada à rede em janeiro de 2020. Em agosto de 2019, a empresa italiana Enel Green Power anunciou o início da construção da extensão de 133 MW do parque solar, que também está em andamento.

Além disso, está trabalhando também na segunda extensão da usina, com uma capacidade instalada de 256 MW. Isto elevará sua capacidade total para 864 MW.

2 – Usina solar Pirapora, em Minas Gerais

Próxima à cidade mineira de Pirapora fica a usina solar Pirapora, que aproveita a alta incidência de radiação solar na região, às margens do Rio São Francisco. O local possui mais de um milhão de painéis solares e produz 321 MW de energia.

Tem tamanho semelhante à usina de São Gonçalo, equivalente a 1.500 estádios de futebol, e funciona desde 2017.   

O complexo é composto por 11 usinas, e é operado pela francesa EDF Energies Nouvelles (EDF EN), com investimento total estimado em mais de R$ 2 bilhões. O complexo tem capacidade para fornecer, anualmente, energia para mais de 420 mil residências. 

3 – Usina solar Nova Olinda, no Piauí

Localizada em Ribeira do Piauí, o parque solar Nova Olinda ocupa uma área equivalente a 7 quilômetros quadrados, tem 930 mil placas solares e capacidade para produzir energia para 300 mil famílias. 

A energia captada pelas placas em Nova Olinda é transmitida para a subestação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) que fica no município vizinho de São João do Piauí. A usina tem capacidade de geração de 3,5 GWh de energia.

4 – Energia Solar: Parque solar Ituverava, na Bahia

Localizado na cidade de Tabocas do Brejo Velho, a 800 km de Salvador, a usina de Ituverava opera com 292 MW de potência instalada, sendo capaz de produzir 550 GW anualmente, para abastecer até 300 mil residências.

Energia Solar: Parque solar Ituverava, na Bahia
Saiba tudo sobre as maiores usinas solares do nosso País

Em 2021, os sete subparques de Ituverava ficaram com as sete primeiras, das 10 posições, de um ranking de produção realizado por uma consultoria privada, que forneceu ferramentas analíticas e estudos sobre o mercado de energia renovável no Brasil.

O parque solar conta com o uso de ferramentas que monitoram a produção de energia em tempo real, emitindo avisos de maneira inteligente quando a produção é impactada por uma ineficiência ou interrupção no funcionamento de algum equipamento.

5 – Complexo solar Lapa, na Bahia

O parque solar Lapa possui a instalação das usinas Bom Jesus da Lapa, no estado da Bahia, e capacidade de geração de 158 MW de energia limpa. Sua operação é suficiente para abastecer cerca de 166 mil residências, com geração de até 340 GWh ao ano.

O local começou a operar em 2017 e é capaz de evitar a emissão de cerca de 198 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

Com temperaturas médias elevadas e altos índices de radiação, a Bahia é líder nacional em projetos para energia solar. O estado tem potencial para geração distribuída, na qual os painéis são instalados em residências e prédios comerciais. Atualmente são 326 empreendimentos fazendo esse tipo de distribuição. 

Além disso, a Bahia também é caracterizada pelos seus ventos constantes e unidirecionais, o que faz da região uma das melhores para produção de energia eólica. 

6 – Energia Solar: Central Fotovoltaica Juazeiro Solar, na Bahia

Localizada na cidade de Juazeiro, a central foi finalizada em 2019 e gera aproximadamente 357 GWh ao ano, o suficiente para abastecer residências de mais de 207 mil famílias. Conta com mais de 475 mil painéis solares instalados, e sua área ocupa 350 hectares no município da Bahia.

É o maior projeto em funcionamento da empresa Atlas Renewable Energy, que investiu aproximadamente R$ 650 milhões no projeto.

A instalação conta com uma subestação digital instalada no mesmo terreno, com potencial para aprimorar a capacidade de controle e a confiabilidade na distribuição da energia. A central ajuda na redução da emissão de 47 mil toneladas de dióxido de carbono ao ano. 

7 – Usina solar Guaimbê, em São Paulo

A região sudeste conta com a instalação da usina solar de Guaimbê, localizada em um complexo solar com instalação de 550 mil placas solares. Ocupa uma área de 237 hectares, e a geração de energia fotovoltaica equivale a 150 MW.

Usina solar Guaimbê, em São Paulo
As 10 maiores usinas solares do Brasil, e suas localizações

O complexo Guaimbê é considerado o primeiro grande investimento em energia solar no estado de São Paulo.

8 – Energia solar Apodi, no Ceará

Localizada em Quixeré, a usina Apodi conta com 132 MW em funcionamento e está localizada a 200 quilômetros da capital Fortaleza. Cerca de 170 mil lares brasileiros são hoje abastecidos por energia elétrica proveniente desse complexo, que é operado pela Scatec Solar, e foi o primeiro passo da empresa Equinor em energia fotovoltaica.

A energia limpa produzida pelo complexo solar de Apodi é responsável pela redução de 200 mil toneladas de CO2 por ano.

9 – Parque solar Paracatu, em Minas Gerais

Esse parque é composto por quatro usinas solares localizadas no município mineiro de Paracatu, e possui capacidade de 132 MW.

Seu potencial energético é o equivalente para abastecer mais de 162 mil casas e pontos comerciais. Isso significa a redução da emissão de quase 5 mil toneladas de CO2 na atmosfera a cada mês.

10 – Energia solar de Tauá, no Ceará

Encerramos a lista das 10 maiores usinas de energia solar no Brasil com a usina solar de Tauá, localizada no sertão do Ceará, a 337 km de Fortaleza. Foi a primeira usina de energia solar do Brasil, com o início de suas operações em 2011. Ela possui capacidade inicial para a geração de 1 MW, energia suficiente para abastecer 650 casas populares.

Energia solar de Tauá, no Ceará
Curiosidades sobre as 10 maiores usinas solares do Brasil

Tauá foi construída pela empresa MPX, e é considerada um grande marco no setor de energia limpa, por ter sido a primeira usina a gerar eletricidade em escala comercial no Brasil e na América Latina. Para produzir seu primeiro megawatt, a usina solar Tauá usou 4.680 painéis fotovoltaicos, instalados em área equivalente a dez piscinas olímpicas.

Veja o resumo do post no story abaixo:

Posts Similares

Estórias Solares