Quanto custa instalar energia solar em sua casa?

A energia solar fotovoltaica passou a crescer no Brasil principalmente a partir de 2012, após a criação de incentivos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a modalidade de Geração Distribuída.

O custo de um sistema fotovoltaico residencial

Quanto maior for a demanda de energia, maior potência vão precisar ter os painéis solares instalados.

Cada projeto fotovoltaico é desenvolvido levando em consideração as particularidades de cada edificação. Também é preciso verificar se o imóvel possui um local adequado para a instalação dos painéis.

Como há uma grande divergência de valores entre os fornecedores desse tipo de equipamento, o custo médio pode variar bastante também. De modo geral, em residências, o sistema pode custar entre R$ 15 mil e R$ 50 mil.

O orçamento de um sistema para instalação em residência com uma conta de luz de R$ 300, por exemplo, será em média de R$ 15 mil. Para uma demanda maior, de R$ 1 mil em energia, o sistema deve custar mais de R$ 40 mil.

O número de moradores e os equipamentos utilizados no local interferem diretamente nesse cálculo.

Ainda que o custo inicial seja maior nos casos de contas de luz mais caras, é justamente nesses casos que o investimento vale mais a pena, pois a economia de energia acaba retornando o investimento mais rapidamente.

Com uma conta de luz de R$ 1 mil mensais a estimativa é de que seriam recuperados cerca de R$ 12 mil por ano. Dessa forma, o retorno de R$ 40 mil aconteceria após 3 anos de uso do sistema.

As vantagens de produzir energia solar em casa

Respeito da sua instalação que fazem essa alternativa ser financeiramente atrativa. Os sistemas fotovoltaicos são fáceis de instalar, ocupam pouco espaço e demandam manutenção simples.

Os painéis duram mais de 25 anos, e precisam apenas de limpezas anuais, que podem ser realizadas pelo próprio proprietário.

As vantagens se estendem a outros aspectos, como o fato de ser uma excelente opção de energia limpa e renovável

a energia solar tem sua origem em uma fonte de energia constante e consistente: a luz do sol.

Os tipos de sistemas fotovoltaicos

Há três opções de sistemas fotovoltaicos: on grid, off grid e híbrido.

O sistema off grid não possui conexão com a rede pública de energia. Sendo assim, quem opta por essa técnica não paga a conta de luz. 

A autonomia desse sistema é garantida pelo banco de baterias, responsável por armazenar toda a energia excedente gerada pelos módulos fotovoltaicos.

O sistema on grid é conectado à rede pública de distribuição de energia.

Assim, quando o sistema fotovoltaico da residência produz mais energia do que consome, o excedente é injetado na rede elétrica convencional, e a partir disso são gerados créditos, que podem ser usados em até 5 anos. Como consequência, a conta de luz terá seu valor reduzido consideravelmente.