Horário de Pico de Energia

8

Dicas para economizar durante esse período!

Ainda que algumas pessoas não saibam, existe um horário de pico de energia, o qual interfere diretamente em sua conta de luz.

O que é o horário de pico de energia?

o primeiro passo para poupar seu dinheiro é entender como ele é gasto. Dessa forma, é interessante compreender que, assim como no trânsito, também existe um horário de pico para a energia.

Também conhecido como horário de ponta, este é o período de maior utilização de aparelhos que se conectam à tomada. Com isso, ocorre a famosa lógica de oferta e demanda.

White Frame Corner
White Frame Corner

Qual é o horário de pico de energia no Brasil?

Tendo o Brasil como exemplo, de acordo com a CPFL este período abrange o espaço entre as 18 e as 21 horas. Há algumas divergências quanto a ele, com alguns portais definindo-o como das 19h às 22h, por exemplo.

A lógica, então, é que este é justamente o horário em que as pessoas saem do trabalho e voltam às suas casas. Ao mesmo tempo, a iluminação pública começa a funcionar, bem como diversos estabelecimentos comerciais, como restaurantes e baladas.

White Frame Corner
White Frame Corner

Qual a relação do horário de pico com a conta de energia?

Uma explicação para este cenário é que os órgãos provedores tentam controlar o acesso para garantir a entrega a todos.

O grande problema, porém, é que este é justamente o momento que a maioria dos trabalhadores mais precisa de seus aparelhos elétricos.

White Frame Corner
White Frame Corner

Dessa forma, ao aumentarem seus valores, acabam reduzindo o interesse das pessoas.

8. Planeje seu consumo diário

Sua primeira atividade é analisar como pode se adaptar a esse cenário. Este tópico inclui entender o seu consumo e, com calma, ver o que é possível mudar para economizar.

Lavar roupa, por exemplo, pode ser feito aos fins de semana, enquanto o ar-condicionado pode ser ligado somente após às 23h. Adaptações como essas podem surtir grande efeito em sua fatura.

White Frame Corner
White Frame Corner

7. Utilize aparelhos econômicos

A ideia é, afinal, apenas direcionar seu esforço para eletrodomésticos mais econômicos

Para te ajudar nessa tarefa de fugir do horário de pico de energia, você pode verificar os aparelhos que mais gastam.

White Frame Corner
White Frame Corner

6. Faça trocas inteligentes

É simples encontrar alternativas interessantes para substituir possíveis necessidades. Um bom exemplo disso está nas lâmpadas LED, que consomem consideravelmente menos que as comuns.

5. Fique atento ao Standby

Pode até parecer uma surpresa para alguns, mas aparelhos em standby consomem bastante energia elétrica. Ou seja, enquanto você acredita que está poupando ao deixar sua televisão desligada, a realidade é oposta.

White Frame Corner
White Frame Corner

A melhor dica, então, é justamente evitar esse gasto completamente desnecessário e custoso. Para isso, o ideal é retirar os aparelhos da tomada quando não estão sendo utilizados. E isso serve para todos os apetrechos tecnológicos que você tem em casa, como televisores, micro-ondas, videogame e até seu celular.

4. Desligue o que não for utilizado

Em especial durante o horário de pico de energia, eles se apresentam como grandes gastadores. E, o pior de tudo isso, é que nem são dispositivos úteis para o seu dia a dia.

Bons exemplos desse tipo de situação são aqueles eletrônicos que são mais de enfeite do que úteis. Quantas vezes, afinal, você não foi em uma casa que tinha na sala um aparelho de som e um DVD funcionando normalmente.

White Frame Corner
White Frame Corner

3. Mude o horário do banho

Já é de conhecimento público que o chuveiro elétrico é um dos aparelhos que mais consomem energia em uma casa. Com isso em mente, é simples chegar à conclusão que sua utilização não deveria ser feita ao longo do horário de pico da energia.

É possível utilizar a eletricidade para alimentar os apartamentos.  Assim cada morador vai pagar menos na conta de luz

2. Tenha foco nas compras

Pesquisar bem antes de adquirir qualquer aparelho eletrônico, buscando sempre pelo mais eficiente.

Em alguns casos, o consumo é tão menor que, mesmo no horário de pico da energia, você pode utilizá-lo tranquilamente. Por isso, foco na hora das compras é primordial.

1. Busque fontes alternativas

Dentre as alternativas mais interessantes, os painéis solares são os mais indicados por diversos motivos. Primeiramente, o país possui grande incidência solar, facilitando a captação da energia. 

Além disso, o investimento na tecnologia caiu bastante nos últimos anos, tornando-a mais acessível.