A busca por soluções alternativas para geração de energia elétrica tem se superado a cada ano. A energia solar é uma das mais procuradas, já que é limpa, renovável e ainda possibilita uma economia considerável na conta de luz.

Apesar de ser uma tecnologia de simples implementação, é necessário que sua instalação seja realizada por uma equipe qualificada. Confira a seguir o que é preciso para instalar energia solar. 

1 – Escolha o tipo de sistema de energia solar

Essa é uma das primeiras decisões que precisam ser tomadas antes de fazer a instalação do sistema fotovoltaico, pois o tipo do sistema interfere diretamente no orçamento final do projeto.

Existe o sistema On grid, off grid e híbridos
Existe o sistema On grid, off grid e híbridos

As três principais opções disponíveis são os sistemas on grid, off grid e híbridos. Cada tipo de sistema possui suas características e podem se adequar a diferentes cenários. A principal diferença está na forma que armazenam a energia excedente produzida pelos módulos solares.  

Os sistemas on grid possuem conexão direta com a rede pública de distribuição de energia. Sendo assim, ainda é preciso pagar a conta de luz, que tem seu valor reduzido consideravelmente, podendo chegar a até 95% de economia.

A energia excedente nos sistemas on grid é injetada na rede elétrica convencional, gerando créditos que podem ser usados em até 5 anos.

Outra opção são os sistemas off grid, que não possuem conexão com a rede pública de energia. Portanto, quem opta por esse tipo de sistema não paga a conta de luz. Ele trabalha de maneira autônoma, pois conta com um banco de baterias, responsável pelo armazenamento da energia excedente. 

A terceira alternativa são os sistemas híbridos, que unem as características de ambas as tecnologias já citadas. Ao mesmo tempo que possuem conexão com a rede de distribuição, também contam com baterias para armazenamento da energia que sobra.

Por esse motivo, esse tipo de sistema acaba provendo mais autonomia do que o sistema on grid, pois depende muito pouco da energia que vêm da distribuidora. 

Para tomar a melhor decisão, é importante que o consumidor leve em conta a sua própria realidade. Enquanto sistemas off grid são mais indicados para regiões mais isoladas e remotas, os sistemas on grid e híbrido precisam ser instalados em localizações que sejam contempladas pelo abastecimento de energia da distribuidora. 

Após escolher o sistema que tem melhores condições de te atender, é hora de fazer alguns cálculos e solicitar orçamentos, conforme veremos a seguir. 

2 – Faça uma média do consumo mensal 

Antes de iniciar os pedidos de orçamentos, você mesmo(a) pode analisar a conta de luz e o consumo do local onde será feita a instalação do projeto de energia solar. Sugerimos que você consulte as contas de luz dos últimos doze meses e procure pela informação a respeito do consumo mensal em kWh. 

Some esses dados e divida por 12 para obter uma média mensal do consumo anual de energia. É com base nesse número que as empresas vão desenvolver o projeto fotovoltaico e calcular a potência e o tamanho necessários para que ele abasteça o imóvel. 

Tendo essa informação a respeito do consumo, agora é a hora de entrar em contato com as empresas que realizam o serviço de instalação para solicitar orçamentos e tirar suas dúvidas. 

3 – Contrate uma equipe especializada 

Após conhecer diferentes empresas e obter orçamentos diversos, é hora de escolher a melhor opção. Para isso, não basta considerar apenas o valor mais baixo. É fundamental que você possa contar com uma empresa qualificada, que tenha reconhecimento e experiência no setor e te passe a confiança necessária para fechar um bom negócio. 

Tenha sempre uma equipe especializada para implementar seu sistema de energia solar
Tenha sempre uma equipe especializada.

Uma das etapas mais importantes para a implementação do sistema solar fotovoltaico envolve a análise estrutural, através da qual é observado se a edificação possui infraestrutura adequada para receber os equipamentos que serão instalados. Aspectos com a incidência de sombras e do vento e a circulação de ar também devem ser levados em consideração. 

Uma empresa séria deve fazer a instalação do sistema com base em todos esses passos e considerações, com o intuito de garantir o melhor funcionamento das placas e a maior eficiência possível na produção de energia elétrica. 

Ponderar todos esses detalhes é imprescindível para garantir que nada comprometa a eficiência do sistema, o que pode resultar em produção de pouca energia e insatisfação do usuário. Não vale a pena correr o risco de escolher uma empresa focando apenas no valor do orçamento, pois essa economia pode sair caro no futuro.   

Para saber mais informações sobre a instalação em si, dê uma olhada no próximo tópico.

Bônus: Como é feita a instalação do sistema de energia solar? 

O sistema solar fotovoltaico do tipo on grid é o mais comum, portanto é da sua instalação que vamos falar agora.

O procedimento para instalação dos painéis solares tem início na visita técnica da empresa contratada para realizar o serviço. Em seguida, o projeto da instalação será elaborado, e logo depois encaminhado para que a distribuidora de energia possa realizar o processo burocrático de conexão do sistema à rede pública e sua regularização.

Com a autorização da distribuidora, a equipe contratada fará a instalação do sistema no local que determinar como sendo o mais adequado, evitando o máximo possível de sombras para aproveitar o potencial de incidência dos raios solares. 

O sistema de energia solar deve ser instalado por quem entende do assunto.
O sistema fotovoltaico deve ser instalado por quem entende do assunto.

O próximo passo também fica por conta da empresa contratada, É hora de solicitar uma vistoria técnica por parte da distribuidora, que irá avaliar a instalação e, estando tudo nos conformes, oficializar sua homologação através da troca por um medidor bilateral para compensação de energia. 

Ao final desse processo, o imóvel em questão já terá plenas condições de produzir energia renovável a partir da luz do sol, com uma economia considerável nas contas de luz e sem poluir o planeta. 

Ainda que a instalação dos painéis solares pareça ser um procedimento simples, não é recomendado que o proprietário se encarregue disso. É muito importante que todas as etapas da instalação tenham o acompanhamento e avaliação de uma equipe especializada.

De qualquer maneira, você agora já sabe o que deve esperar nessas circunstâncias.  Deseja entender melhor a importância de contar com profissionais capacitados para a instalação do seu sistema fotovoltaico? Clique aqui.

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares