As usinas solares são formadas por uma série de sistemas compostos por painéis solares, resultando em grandes complexos de energia solar fotovoltaica. Também podem ser chamadas de parque solar ou fazenda solar. Sua função é capturar, converter e distribuir energia solar para grandes empresas, concessionárias e distribuidoras de energia. 

Esse tipo de tecnologia se dedica a gerar energia a partir dos raios solares. Foi desenvolvida nos anos 80 e recebeu muito investimento desde então, principalmente ao longo da última década, em função dos grandes avanços que possibilitaram a diminuição do preço dos equipamentos e da instalação dos sistemas. 

A preocupação ambiental é também um dos fatores que favorecem a busca por formas de geração de energias mais eficientes e menos poluentes, explorando recursos renováveis, como é o caso da energia solar. 

Confira no artigo a seguir quais são as 10 maiores usinas de energia solar do mundo e saiba mais sobre essa tecnologia. 

1 – Usina de Energia Solar Bhadla Solar Park (Índia)

Atualmente, a Índia é o país que abriga a maior usina de energia solar do mundo. O Bhadla Solar Park está localizado na vila de Bhadla, na região do Rajastão, conhecida por suas altas temperaturas e grande incidência de raios solares, proporcionando o cenário perfeito para a exploração de energia solar.

Usina de Energia Solar Bhadla Solar Park (Índia)
Usina de Energia Solar Bhadla Solar Park (Índia)

O consumo de energia solar do Rajastão atualmente corresponde a 10% do uso total de energia do estado.

A construção da usina foi finalizada em março de 2020, contando com o envolvimento de várias instituições, como Rajasthan Solar Park Development Company Limited, Saurya Urja Company e Adani Renewable Energy Park Rajasthan. Ocupa uma área de 5 mil hectares, e possui uma capacidade de 2,25 GW.

2 –  Huanghe Hydropower Hainan Solar Park (China)

A segunda maior instalação solar do mundo está localizada na província de Qinghai, na China. Foi construída em cinco fases, e tem capacidade instalada de 2,2 GW. 

Seu projeto foi desenvolvido pela empresa estatal chinesa Huanghe Hydropower Development, com investimento inicial de 15,04 bilhões de renminbi chineses (o equivalente a 2,32 bilhões de dólares americanos). A usina Huanghe Hydropower Hainan Solar Park entrou oficialmente em operação em setembro de 2020.

Seu grande diferencial está no fato da instalação estar conectada a uma linha de energia de ultra-alta tensão, construída para conectar as partes mais distantes do noroeste do país às províncias orientais mais povoadas.

3 – Usina de Energia Solar: Shakti Sthala Solar Power Project (Índia)

A Índia volta para a lista com a terceira colocação, através do projeto de energia solar Shakti Sthala, localizado no estado de Karnataka. Essa usina já foi considerada o maior parque solar totalmente operacional do mundo, e foi desenvolvida pelas empresas Karnataka Solar Park Development Corporation Limited (KSPDCL) e pela National Thermal Power Corporation (NTPC). 

O projeto recebeu investimento inicial de 14.800 rúpias crore, o equivalente a 2,1 bilhões de dólares. Sua instalação ocupa uma área de mais de 5 mil hectares, e é composta por oito segmentos de instalações fotovoltaicas. Cada segmento possui capacidade de produção de 250 MW. 

4 – Benban Solar Park (Egito)

Esse parque solar fica localizado a 650 km de Cairo, capital do Egito. É considerado o maior do continente africano, e a quarta maior instalação de energia solar do mundo. Pertence à Autoridade de Energia Nova e Renovável (NREA), e possui uma capacidade total de 1,65 GW. 

Usina de Energia Solar: Benban Solar Park (Egito)
Usina de Energia Solar: Benban Solar Park (Egito)

Seu projeto foi concluído em novembro de 2019, e é subdividido em 41 lotes separados. Sua construção contou com um investimento inicial equivalente a 4 bilhões de dólares. 

5 – Tengger Desert Solar Park (China)

A China é considerada uma das maiores potências mundiais no que diz respeito à produção de energia solar, e por isso volta para ocupar o quinto lugar dessa lista, com o Tengger Desert Solar Park.  

Suas instalações estão localizadas na cidade chinesa de Zhongwei, na região de Ningxia, e possuem potência total de 1,547 MW.

Essa usina impressiona pela sua extensão, que lhe rendeu o apelido de “Grande Muralha Solar”, em referência à Grande Muralha da China. Ocupa uma área de 43 quilômetros quadrados, sendo 200 vezes maior que o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. 

6 – Usina de Energia Solar: Enel Villanueva PV Plant (México)

O complexo solar Enel Villanueva PV Plant está localizado no estado mexicano de Coahuila, e começou suas operações em setembro de 2018. É composto por mais de 2,5 milhões de painéis solares instalados em uma área de 2.400 hectares da região semiárida mexicana.

Foi construído pelo grupo Enel e custou aproximadamente 710 milhões de dólares. Sua capacidade inicial era de 754 MW, mas foi aumentada para 828 MW após uma extensão de capacidade de 10% adicionada aos contratos de venda de energia.

O grande diferencial dessa usina fica por conta do seu projeto que fez uso de tecnologias digitais e automação para a construção da planta, incluindo o uso de máquinas controladas por GPS para movimentação da terra, drones para realização de topografia 3D e robôs para instalação automática de painéis. Última palavra em tecnologia!

7 – Usina de Energia Solar Datong Solar Power Top Runner Base (China)

Desenvolvida na cidade de Datong, província chinesa de Shanxi, a usina Datong faz parte dos planos da Administração Nacional de Energia da China para desenvolver projetos solares na região. O intuito desse programa é desenvolver sete projetos de 100 MW, cinco projetos de 50 MW e uma série de projetos de menor capacidade.

Usina de Energia Solar Datong Solar Power Top Runner Base (China)
Usina de Energia Solar Datong Solar Power Top Runner Base (China)

Até 2016, a capacidade operacional desta usina solar era de apenas 1.070 MW. No entanto, já foi anunciado o desenvolvimento de 600 MW.

8 – Usina de Energia Solar: Sweihan (Emirados Árabes Unidos)

Localizada em Abu Dhabi, a usina Sweihan ocupa uma área de 7,8 quilômetros quadrados, com capacidade operacional instalada de 1.177MW. Foi desenvolvida em uma parceria estabelecida entre Marubeni Corporation (20%), Jinko Solar (20%) e da Autoridade de Água e Eletricidade de Abu Dhabi (ADWEA, 60%). Seu investimento inicial foi de 870 milhões de dólares. 

Sweihan iniciou suas operações comerciais em abril de 2019 e fornece eletricidade para mais de 195 mil residências. Chama atenção pelo design de seus módulos solares monocristalinos de alta eficiência. Além disso, conta com avanços na manutenção do projeto para garantir baixo custo de geração de energia.

9 – Solar Star Projects (Estados Unidos)

Essa usina solar é composta por dois projetos: Solar Star 1 e Solar Star 2, localizados respectivamente nos condados estadunidenses de Kern e Los Angeles. Combinados, os projetos possuem mais de 1,7 milhão de módulos solares instalados, ocupando 1.300 hectares. O resultado disso é uma capacidade operacional de 579 MW. 

Esse complexo solar foi desenvolvido pela SunPower Corporation, sendo propriedade da BHE Renewables. Concluído em março de 2015, fornece eletricidade o suficiente para abastecer mais de 255 mil residências. 

Conhecimentos e técnicas de última geração foram implementados neste programa, de modo a potencializar sua produção. Com a implementação da tecnologia SunPower Oasis Power Plant, os painéis solares são posicionados de modo a rastrear a posição do sol durante o dia, aumentando a captação de energia em até 25%.

10 – Usina de Energia Solar: Topaz Solar (EUA)

A última posição da lista também é ocupada pelos Estados Unidos, com a fazenda solar Topaz, localizada na Califórnia. Foi desenvolvida pela empresa First Solar e posteriormente adquirida pela BHE Renewables em janeiro de 2012.

Usina de Energia Solar: Topaz Solar (EUA)
Usina de Energia Solar: Topaz Solar (EUA)

Possui capacidade de 550 MW, com mais de oito milhões de módulos solares cobrindo uma área de quase 2 mil hectares. Desse modo, fornece energia elétrica para aproximadamente 180 mil residências na Califórnia.

Muitos países ao redor do mundo reconhecem a importância de investir em energia limpa, e é por conta disso que a disputa se tornou tão acirrada para construir parques solares com grande capacidade de geração de energia, ocupando áreas gigantescas e fazendo uso das melhores tecnologias a seu favor.

A expectativa é para que essa conscientização e investimento sejam cada vez maiores no Brasil também, que assim como os países citados nesse artigo, possui enorme potencial para produção de energia solar, com suas altas temperaturas e grande incidência de raios solares. 

Como a Solfácil pode lhe auxiliar

Desde 2018 a Solfácil já levou energia solar para mais de 26 mil projetos solares instalados em residências, empresas e áreas rurais. Ao integrar a solução de financiamento com parceiros estratégicos e know-how para projetos e homologações, criamos um ambiente favorável para implementação da energia solar, seja por parte do consumidor ou por parte do integrador. Quer saber mais? Defina seu interesse:

Posts Similares

Estórias Solares